O BNG NOM QUER QUE A ARMADA ESPANHOLA ABANDONE GALIZA

15 de Agosto de 2002

A desapariçom da Zona Marítima del Cantábrico, devida à reordenaçom funcional da Armada espanhola, preocupa ao BNG, já que, em opiniom do seu deputado Francisco Rodríguez, "responde a um critério excessivamente centrado no Levante e no Sul da península, com centralizaçom funcional em Madrid, Cartagena e Cádis".

O BNG pediu explicaçons sobre o atendimento que receberá o pessoal da Armada espanhola em destinos como Ferrol, e quijo saber a que se devia a perda de protagonismo desta cidade como capital departamental, o que na sua opiniom poderia ser prejudicial para a mesma.

Rodríguez também perguntou sobre os centros de formaçom da Armada espanhola em Ferrol, interessando-se porque neles se impartam o máximo de especialidades.

Em definitivo, o BNG vê na perda de protagonismo ferrolano e galego no organigrama militar espanhol umha política discriminatória para o nosso país, dando um conteúdo inédito à sua demanda de maior peso e protagonismo galego no Estado espanhol.

Voltar à página principal

 

Sede da Capitania da Armada espanhola, em Ferrol