A resistência iraquiana rebenta um segundo oleoduto
23 de Junho de 2003

Há umha semana que a resistência iraquiana fijo rebentar um oleoduto que conduzia petróleo iraquiano à Turquia. Ontem mesmo, umha nova e audaz acçom armada fijo explodir um novo oleoduto a 140 km da capital do país, ante o qual a ditadura militar imposta polos EUA já reconhecêrom que parece tratar-se de umha nova sabotagem.

A acçom resistente coincidiu com a cerimónia oficial preparada polas forças ocupantes para celebrar o reinício das exportaçons de petróleo iraquiano através da turquia, 12 anos depois da interrupçom devida às sançons impostas pola ONU após a guerra de 1991.

Lembremos que multinacionais espanholas do petróleo estám implicadas no espólio aberto da riqueza petroleira iraquiana que esta acçom armada denuncia ante os povos do mundo.

Entretanto, vários milhares de xiitas manifestárom-se de novo ante as sedes da Administraçom ianque em Bagdad, enquanto dous novos soldados norte-americanos eram feridos com a explosom de umha mina abaixo do seu veículo na cidade de Hit.

Os invasores continuam com a sua operaçom "Escorpiom do Deserto", detendo centenas de pessoas em multitude de razias em diferentes pontos do país, o que está a provocar umha maior resposta popular contra a ocupaçom do Iraque.

 



Voltar à página principal