O Prestige largará fuelóleo até 2005 no melhor dos casos
5 de Abril de 2003

O próprio Governo espanhol reconhece que o Prestige continuará a largar fuelóleo ao mar até 2005 no melhor dos casos, e possivelmente até 2012. Finalmente, o PP pujo a resoluçom do caso em maos de umha multinacional, Repsol-YPF, que tentará extrair o fuelóleo do barco no fundo do mar.

O método escolhido bate com as propostas do comité cienfífico assessor do próprio governo, contando só com o aval da empresa petroleira, que tampouco dá plenas garantias. Só em 2004 poderiam concluir as manobras de extracçom no melhor dos supostos.

O sector marinheiro e pesqueiro, bem como a costa galega, continuarám portanto a sofrer a poluiçom incessante até umha data incerta, com o risco acrescentado de que durante as operaçons poda haver complicaçons e novas fugas de fuelóleo incontroladas.

Os sectores atingidos pola catástrofe a nível nacional já mostrárom a sua preocupaçom, igual que entidades internacionais como Greenpeace. O Comité governativo de seguimento das operaçons será presidido polo reconhecido franquista e militante do PP Rodolfo Martín Villa.


Voltar à página principal