Reportagem fotográfica: os efeitos da invasom anglo-ianque

A seguir, oferecemos uns poucos exemplos dos resultados que, de maneira consciente, premeditada e ilegal, estám a provocar as forças militares ocupantes do Iraque, USA e Gram Bretanha, com apoio logístico e político espanhol. Assim defendem todos eles a "libertaçom do povo iraquiano".

Um homem segura nos seus braços o corpo mutilado de umha meninha após um dos bombardeamentos diários que ianques e ingleses impingem a Bagdad.

Vizinhos do bairro residencial bombardeado em 26 de Março cobrem com um cobertor o corpo de um homem morto polos mísseis ianques.

Efeitos dos mesmos mísseis nos prédios da zona residencial atacada polos USA com resultado de mais de 15 mortos e dúzias de feridos.

Civis iraquianos no meio do caos durante um ataque dos que dim querer "libertá-los".

Imagem de umha criança ferida polas armas anglo-estado-unidenses, num hospital iraquiano. As TV ianques censuram estas imagens.

O povo de Bagdad, totalmente desprotegido sob o fogo indiscriminado "aliado".

Bairro da capital iraquiana destruída polas bombas dos amigos de Aznar

As provas da barbárie anglo-norte-americana som cada vez mais evidentes e contundentes. Criança assassinada polos "aliados".






Voltar à página principal