ADENA considera que a construçom dum "porto refúgio" na Corunha aumentará risco de acidentes

A organizaçom ecologista WWF/ADENA sostivo hoje que a construçom dum "porto refúgio" na Corunha só fará aumentar o risco de acidentes em lugar de reducí-los, "já que convertiria a costa galega em foco de atraçom das mercadorias perigosas e dos barcos em piores condiçons".

ADENA difundiu um comunicado de imprensa no que considera que a ideia de criar um porto de refúgio "é umha trampa para justificar e revitalizar o velho projecto de construçom do porto exterior da Corunha".
Para esta organizaçom ecologista, a falta de regulaçom europeia sobre este tipo de instalaçons e as condiçons dos barcos, "convertirá Corunha num ponto negro e terá um efeito chamada para os buques lixo de todo o mundo".



Voltar à página principal