Constituida em Ferrol a "Assembleia Popular contra a Guerra"

A passada quinta-feira, 27 de Março, ficou constituida em Ferrol a Assembleia Popular Contra Guerra, configurada por pessoas e diferentes organizaçons políticas, sociais, e culturais da comarca de Trasancos. Entre outras formam parte NÓS-Unidade Popular, FPG, AGIR, Uniom Libertária, Adega-Trasancos e Artábria.
A Assembleia tem previsto convocar reunions abertas todas as semanas para desenhar e marcar o calendário de acçons a realizar durante essa semana.
A passada segunda-feira, realizou-se um simulacro de bombardeamento diante da sede do Partido Popular. Há que destacar as constantes tentativas de provocaçom por parte da militáncia fascista do PP, que desde as janelas faziam gestos contra @s concentrad@s, assim como realizárom fotografias. A concentraçom estivo vigiada por agentes da brigada de informaçom da Guardia Civil à paisana.

O calendário de mobilizaçons para esta semana completa-se com a exposiçom de "danos colaterais" diante da sede do Partido Popular e a sexta-feira com umha repichoca contra a guerra às 20,30 também diante da sede do partido da guerra.
A Assembleia convoca concentraçons de segunda a sexta-feira às 20.30 na Praça de Armas.

Em Ferrol a presença da Coordenadora Galega pola Paz reduze-se às quintas-feiras, pois a imensa maiora das organizaçons que a componhem estám mais preocupadas polas eleiçons de Maio que pola guerra genocida contra o Iraque.

Voltar à página principal