Indignaçom popular contra o Partido (im)Popular

Nas últimas semanas, e como mostra da mobilizaçom popular contra a guerra imperialista no Iraque, tenhem-se produzido milhares de convocatórias de actos de protesto em todo o mundo. No Estado espanhol, centos desses actos tenhem escolhido como alvo dos seus protestos as sedes, os cárregos políticos e os actos do Partido Popular: berros contra autoridades, lançamento de ovos e pintura, reparto de brochuras, ocupaçom de sedes, boicotagem de mitins,... O Partido Popular recolhe no conjunto do Estado espanhol os frutos que sementou.

Na sua própria página web, que nom recomendamos visitar, recolhem umha cronologia desses ataques directos contra alguns dos responsáveis espanhóis da guerra imperialista. Possivelmente fam-no para denunciar o que para eles é já umha situaçom insostível: nom podem organizar um acto, abrir umha sede, pronunciar um mitim, sem escuitar constantemente as palavras de orde anti-imperialistas. E como um regueiro de pólvora alarga-se este boicote, estas acçons de desobediência civil. Eles, com a sua informaçom, ajudam-nos a conhecer a realidade. A realidade é que um enorme movimento popular contra a guerra imperialista recorre o mundo inteiro, e que também no Estado espanhol som vistos, com claridom, como os responsáveis. A palavra de orde que a esquerda independentista lançava em solitário na Galiza desde as primeiras manifestaçons e concentraçons de protesto pola catástrofe da maré negra, "Ilegalizar o Partido Popular", é cada dia mais coreada, pronunciada, assumida e repetida polo conjunto do movimento.

O que segue, é umha adaptaçom da informaçom que oferece o Partido Popular, completada com informaçons recolhidas nos últimos dias por diversas fontes, e corrigindo a terminologia empregada pola ultradireita espanhola para descrever os actos de protesto. Evidentemente, nos recontos do que eles denominam "actos violentos" nos incluem as numerosas cárregas e agressons policiais que se tenhem produzido nas manifestaçons e outros actos de protesto. Isso, considera-no "actuaçons proporcionadas das forças policiais para proteger a segurança e a liberdade cidadá". E é que a hipocrisia dos fascistas nom conhece limites.

Na mesma conferência de imprensa na que o Secretário Geral do partido da direita espanhola, Javier Arenas, apresentava estes dados, atreveu-se a dizer que "aqueles que se manifestam de forma pacífica para expressar a sua oposiçom merecem o seu respeito", ao contrário, continuou, dos "elementos agressivos, que nom acreditam nos princípios democráticos". Esquecendo que o partido que dirige e o governo do que fai parte, está massacrando ao povo iraquiano em nome da "Paz" e da "Democracia", atreveu-se a dizer: "de que pacifismo estamos a falar? Que pacifistas som aqueles que agredem aos candidatos? Nom há maior contrasentido que defender a paz com violência". Mais umha vez, o fascismo prostitui a língua.


O PP denuncia que 120 sedes forom "agredidas" e que se registárom 44 incidentes em actos institucionais do PP

No conjunto do território do Estado espanhol, 120 sedes do Partido Popular tenhem conhecido directamente actos de protesto e boicote, e tem havido 44 incidentes de diverso tipo em actos institucionais do governo espanhol ou do PP. Tenhem-se produzido também, e sempre segundo o reconto do próprio PP, 18 concentraçons perante as suas sedes, nom contabilizando aqui as contínuas concentraçons ante o que eles denominam "sede nacional do Partido Popular" em Madrid. Em 28 das sedes "atacadas", segundo a sua terminologia, tenhem-se repetido as acçons de protesto.

Esta é a relaçom de actos que eles "denunciam" que com toda probabilidade som incompletas. Desconhecemos se faram actualizaçons diárias.

GALIZA
20/03/03 Ferrol: Umhas 400 pessoas concentram-se diante da sede do PP, lançando pintura vermelha contra a suas portas, assim como vários objetos contra as janelas. A gente solicita a "Ilegalizaçom do PP". Realizam-se várias pintadas de esvasticas na sua fachada.
20/03/03 Oleiros: Lançamento de pintura vermelha na porta da sede.
20/03/03 Ourense: Lançamento de "objetos" e rotura de cristais na fachada da sede.
20/03/03: Ourense. Após a concentraçom contra a guerra ante a sede do PP, a deputada espanhola Ana Vázquez tem que fugir do local e agachar-se, durante três quartos de hora, na casa de banhos dum bar próximo, de onde só consegue sair com a "ajuda" da polícia. Segundo o PP tivo que refugiar-se num bar próximo pola "atitude violenta de manifestantes com a cara tapada". @s manifestantes, afirma o PP, portavam "bandeiras da Galiza com a estrela vermelha".
20/03/03 Ponte-Vedra: Lançamento de pintura vermelha e ovos contra a sede.
21/03/03 A Corunha: Aparecem pintadas de "assassinos" na fachada da sede.
21/03/03 Ferrol: militantes independentistas colam cartazes na fachada da sede eleitoral denunciando a responsabilidade do governo do PP na guerra imperialista no Iraque, pola noite várias pessoas lançam ovos com pintura preta contra a fachada da sede eleitoral do PP.
22/03/03 Ferrol: Lançamento de pintura vermelha e petardos contra a sede eleitoral.
22/03/03 Ponferrada: Manifestaçom que transcorre por diante da sede do PP, perante a que se coream diversas palavras de orde.
22/03/03 A Corunha: Aparecem pintadas na fachada da sede.
22/03/03 A Corunha: Lançamento de ovos e sacas de lixo e explossom de petardos na sede eleitoral.
22/03/03 Monforte de Lemos: Rotura de cristais, do rótulo do PP e da fechadura da sede.
22/03/03 Ourense: Aparecem pintadas na fachada, lançamento de ovos e rotura de cristais.
23/03/03 A Corunha: Rotura da fechadura e ocupaçom da oficina eleitoral.
26/03/03 Compostela: Milheiros de estudantes manifiestam-se contra a guerra imperialista e lançam ovos, tomates e globos de água contra a sede do PP.


ANDALUCIA
18/03/03 Vélez-Málaga: Destroços na fachada da sede.
20/03/03 Cádiz: Aparecem pintadas e rotura de cristais na fachada da sede.
20/03/03 Córdoba: Manifestaçom ante a sede.
20/03/03 Granada: Rotura de cristais e lançamento de ovos contra a fachada da sede.
20/03/03 Baeza: Diversos ataques na fachada da sede.
20/03/03 Linares: Destroços na fachada da sede.
20/03/03 Úbeda: Destroços na fachada da sede e insultos contra carregos e responsáveis do PP.
20/03/03 Málaga: Destroços na fachada da sede.
20/03/03 Campillos: Manifestaçom ante a sede. É sustraida a bandeira andaluza.
20/03/03 La Rinconada: Pintadas na fachada da sede.
20/03/03 Olivares: Pintadas na fachada da sede.
20/03/03 Sevilla (no que eles denominan "Sede Regional"): Lançamento de garrafas e laranjas contra a fachada da sede e rotura de cristais.
20/03/03 Triana - Los Remedios: Pintadas na fachada da sede.
21/03/03 Puerto de Santa María: Manifestaçom de estudantes com rotura de cristais da sede.
21/03/03 Granada: Aparecem pintadas com dianas na fachada da sede. Lançamento de ovos e pedras contra a sede eleitoral, onde é pendurada umha faixa contra a guerra.
22/03/03 Almería: Concentraçom ante a sede, com berros reivindicativos onde se reprocha ao PP e aos seus dirigentes a sua postura e atitude ante a guerra imperialista.
22/03/03 Jerez de la Frontera: Pintadas na fachada da sede.
22/03/03 Córdoba: Lançamento de ovos e tomates contra a fachada da sede.
22/03/03 Granada: Tentativa de manifestaçom ante la sede (!).
22/03/03 Guadix: Destroços na fachada da sede, pintadas e lançamento de ovos e tomates.
22/03/03 Motril: Colada de cartazes contra a guerra na fachada da sede.
22/03/03 Málaga: Ataques diversos contra a fachada da sede.
22/03/03 Frigiliana: Aparecem pintadas na fachada da sede, contra a que se producem também diversos ataques.
22/03/03 Fuengirola: Aparecem pintadas na fachada da sede eleitoral e no Casa do Concelho.
22/03/03 Nerja: Aparecem pintadas na fachada da sede.
22/03/03 Sevilha (no que eles denominam "Sede Regional"): Lançamento de ovos, laranjas e pintura contra a fachada da sede.
24/03/03 Palomares: Aparecem pintadas na fachada da sede.
24/03/03 Alcalá de Guadaira: Vereadores de IU, segundo o PP, colam cartazes contra a guerra na fachada da sede.


ARAGOM
20/03/03 Huesca: Manifestaçom ante a sede e pintadas na fachada.
20/03/03 Zaragoza: Aparecem pintadas na fachada da sede e rotura de cristais.
22/03/03 Teruel: Lançamento de "excrementos" contra a sede .

ASTURIES
20/03/03 Mieres: Manifestaçom ante a sede com rotura de cristais e lançamento de ovos.
20/03/03 Uvieu: Concentraçom ante a sede do PP com lançamentos de ovos, rolos de papel e sacas com água.
22/03/03 Laviana: Lançamento de pintura vermelha contra a fachada da sede.
22/03/03 Uvieu: Concentraçom ante o que o PP denomina "sede regional".
23/03/03 Llangreu: Rotura de cristais e pintadas na fachada da sede.
23/03/03 Uvieu: Concentraçom ante o que o PP denomina "sede regional".

PAISES CATALÁNS

CATALUNYA
16/03/03 Esparraguera: Pintadas na fachada da sede.
17/03/03 Esparraguera: Pintadas na fachada da sede.
18/03/03 Esparraguera: Pintadas na fachada da sede.
19/03/03 Esparraguera: Pintadas na fachada da sede.
20/03/03 Barcelona: Lançamento de ovos, pedras, tijolos e tomates contra a sede, e pintadas na fachada.
20/03/03 Castelldefels: Rotura do luminoso da sede.
20/03/03 Cerdanyola: Pintadas na fachada da sede.
20/03/03 El Prat: Pintadas na fachada da sede.
20/03/03 Esparraguera: Pintadas na fachada da sede.
20/03/03 Igualada: Pintadas na fachada da sede.
20/03/03 Moncada: Pintadas na fachada da sede.
20/03/03 Premiá de Mar: Lançamento de ovos contra a fachada da sede.
20/03/03 San Cugat: Pintadas na fachada da sede, "com ameaças", pontoalizam.
20/03/03 Terrasa: Lançamento de pedras e ovos contra a fachada da sede.
20/03/03 Girona: Manifestaçom e lançamento de ovos e tijolos contra a fachada da sede.
20/03/03 Lleida: Ocupaçom da sede que eles denominam "provincial", realiza-se umha fogata na porta e rompem-se diversos vidros.
20/03/03 Lleida: Lançamento de ovos e pintura contra a fachada da sede do PP no transcurso dumha manifestaçom contra a guerra.
20/03/03 Balaguer: Várias pessoas arrincam da porta da sede o rótulo do PP.
20/03/03 Tarragona: No transcurso dumha manifestaçom contra a guerra imperialista, realizam-se diversas pintadas.
20/03/03 Santa Coloma de Gramanet: Pintadas na fachada da sede.
20/03/03 Terrasa: Lançamento de pedras e ovos contra a fachada da sede.
21/03/03 Barcelona: Realizam-se pintadas na sede no trancurso dumha manifestaçom estudantil contra a guerra.
21/03/03 Esparraguera: Pintadas na fachada da sede.
21/03/03 Esplugas: Pintadas na fachada da sede.
21/03/03 Olot: Rotura do cartel com o logótipo do PP.
21/03/03 Altafulla: Pintadas na fachada da sede.
21/03/03 San Cales de la Rapita: Pintadas na fachada da sede.
21/03/03 Tortosa: Lançamento de ovos contra a fachada da sede.
22/03/03 Barcelona: Pintadas na fachada da sede, e lançamento de ovos, sangue e visceras de animais.
22/03/03 Castellar del Vallés: Pintadas na fachada da sede.
22/03/03 Esparraguera: Pintadas na fachada da sede.
22/03/03 Manresa: Pintadas contra os candidatos municipais do PP.
22/03/03 Matadepera: Lançamento de ovos contra a fachada da sede.
22/03/03 Girona: O PP sinala que houvo umha "manifestaçom de 12.000 pessoas", na que se produzirom lançamentos de ovos e diversos objetos contra a fachada.
22/03/03 Castellar del Vallés: Pintadas na fachada da sede.
22/03/03 Hospitalet: Lançamento de pedras contra a fachada da sede.
22/03/03 Tortosa: Lançamento de ovos e pintura contra a sede.
22/03/03 L'Atmella de Mar: Pintadas na fachada da sede.
22/03/03 Reus: Concentraçom na sede, "com insultos".
23/03/03 Barcelona: Pintadas na fachada da sede e rotura do letreiro.
23/03/03 Esparraguera: Pintadas na fachada da sede.
23/03/03 Gelida: Deitam-se sacas de lixo na entrada da sede.
23/03/03 Badalona: Pintadas de "assassinos" na fachada da sede.
23/03/03 Masnou: Pintadas na fachada da sede com "insultos" contra Aznar e contra o PP.
23/03/03 Matadepera: Lançamento de ovos contra a fachada.
23/03/03 Roda de Vara: Pintadas na fachada da sede.
25/03/03 Girona: Durante o trancurso dumha manifestaçom ante a sede do PP lançam-se ovos, e posteriormente corta-se a estrada de Barcelona que esta a caróm desta sede.
25/03/03 Barcelona (ante o que eles denominam "sede regional"): Manifestaçom e lançamento de esterco contra a fachada da sede.

PAÍS VALENCIÁ
20/03/03 Elda: Lança-se pintura contra a fachada da sede.
20/03/03 Castelhom: Som realizadas na fachada da sede pintadas de "assassinos", sendo lançados botes de pintura contra a mesma.
20/03/03 Valéncia: Concentraçom, "com bandeiras da república e do PCE", explicam. Dim que os membros do PP que se atopavam na sede abandona-na por "recomendaçom da polícia".
21/03/03 Moncada: Lançamento de ovos e pintadas contra a fachada.
22/03/03 Gandía: Colam-se cartazes contra a guerra na fachada da sede.
22/03/03 Moncada: Lançamento de ovos e pintadas contra a fachada.
23/03/03 Godella): Lançamento de sacas com pintura contra a fachada.
23/03/03 Paiporta): Aparecem pintadas na fachada da sede.
13/02/03 Guardamar: Rotura de vidros na fachada da sede.

ILHAS BALEARES
20/03/03 Baleares (no que o PP denomina "sede regional"): Manifestaçom com pintadas, ovos, pedras e rotura de cristais.


CASTELA-A MANCHA
13/03/03 Alcázar de San Juan: Ocupaçom da sede local do PP, contra a que se produzem diversos ataques.
20/03/03 Albacete: Manifestaçom (o PP indica que nesta houvo "insultos").
20/03/03 Guadalajara: Manifestaçom ante a sede con pintadas de "assasinos" e lançamento de ovos contra a fachada da sede.
20/03/03 Toledo: Aparecem pintadas na fachada da sede.
20/03/03 Talavera: Aparecem pintadas de "assasinos" na fachada da sede.
21/03/03 Cuenca: Aparecem pintadas ("ameazantes", segundo a terminologia do PP) na fachada da sede.
22/03/03 Cidade Real: Manifestaçom ante a sede.
22/03/03 Guadalajara: Manifestaçom, "com insultos" aclara o PP.
23/03/03 Albacete: Manifestaçom, novamente "com insultos".


CASTELA E LEOM
20/03/03 Palencia: Aparecem pintadas na sede, com a legenda "Aznar assassino".
20/03/03 Salamanca: Concentraçom ante a sede com lançamento de ovos, "insultos" e pintadas na fachada.
20/03/03 Segovia: Manifestaçom com pintadas e cacerolada, ante a sede. Aclaram que aqui também se produzirom o que eles denominam "insultos".
20/03/03 Leom: Ataques contra a sede: pintadas e destroços
20/03/03 Valhadolid: Lançam-se diversos objetos contra sede, rompem-se OS vidros e berram-se "insultos" contra membros do PP.
22/03/03 Burgos: Atacada por completo a fachada da sede.
22/03/03 Leo: Pintada e atacada a fachada da sede.
22/03/03 Miranda de Ebro: Concentraçom, "convocada por umha cordenadora" explicam, ante a sede do PP. Houvo umha cacerolada e romperom-se vários vidros da sede.
22/03/03 Leom: Ataques contra a sede eleitoral, na fachada e no interior.
22/03/03 Salamanca: Lançamento de ovos, tomates e pintura contra a fachada da sede.
22/03/03 Segovia: Lançamento de objetos com rotura de vidros na fachada da sede.
22/03/03 Valladolid: Lançamento de ovos contra a fachada da sede.
24/03/03 Palencia: Manifestaçom ante a sede.
25/03/03 Palencia: Manifestaçom ante a sede.
25/03/03 Valladolid: Manifestaçom que transcorre por diante da sede.


CANÁRIAS
08/03/03 Lanzarote: Lançamento de ovos e pintadas contra a fachada.
18/03/03 Santa Cruz de Tenerife: Aparecem pintadas na fachada e no cartaz com o logótipo do PP.
22/03/03 As Palmas de Gran Canária: Lançamento de ovos e pintadas contra a fachada, um grupo de manifestantes rompem a pontapés a porta da sede.


CANTÁBRIA
20/03/03 Torrelavega: Lançamento de ovos e "globos" com água contra a fachada da sede.


EXTREMADURA

22/03/03 Mérida: Pintadas na fachada da sede.


A RIOJA
21/03/03 Logronho: Pintadas na fachada da sede com as legendas, "Governo assassino" e "PP assassino".

MADRID
08/03/03 Leganés: Lançamento de tijolos contra a fachada da sede e rotura de vidros.
08/03/03 Vicálvaro: Pintadas, lançamento de pedras e tentativa de incéndio da sede local.
14/03/03 Getafe: Aparecem pintadas com a palavra "assassinos" na fachada da sede.
14/03/03 Vicálvaro: Pintadas e nova tentativa de incéndio da sede local.
15/03/03 Tres Cantos: Tentativa de ocupaçom da sede. Som realizadas pintadas na fachadas.
18/03/03 Barajas: Lançamento de pedras contra a sede.
20/03/03 Fuenlabrada: Aparecem na fachada da sede pintadas "com ameaças e insultos", segundo fontes do PP lançam-se ovos e chapapote contra a mesma.
20/03/03 Barajas: Pintadas "com ameaças" na fachada da sede.
20/03/03 Carabanchel: Lançamento de pedras contra a sede, resultando partidos vários cristais.
20/03/03 Hortaleza: Aparecem pintadas na fachada da sede.
21/03/03 Torrejón: Aparecem pintadas na fachada da sede.
21/03/03 Alcalá de Henares: Aparecem pintadas na fachada da sede.
21/03/03 Alcobendas: Aparecem pintadas na fachada da sede.
21/03/03 Rivas: Aparecem pintadas na fachada da sede.
21/03/03 San Sebastián de los Reyes: Aparecem pintadas na fachada da sede, contra a que se lançam pedras.
21/03/03 Villa de Vallecas: Aparecem pintadas na fachada da sede.
22/03/03 Alcalá de Henares: Aparecem pintadas na fachada da sede.
22/03/03 Alcobendas: Aparecem pintadas na fachada da sede.
22/03/03 Carabanchel: Aparecem pintadas na fachada da sede.
22/03/03 Coslada: Aparecem pintadas na fachada da sede.
22/03/03 Fuencarral: Lançamento de objetos contra sede com rotura de vidros.
22/03/03 La Latina: Aparecem pintadas na fachada da sede.
22/03/03 Moratalaz: Aparecem pintadas na fachada da sede.
22/03/03 Pozuelo: Lançamento de pedras e ovos e aparecem pintadas na fachada da sede com a legenda "assassinos".
22/03/03 San Sebastián de los Reyes: Aparecem pintadas na fachada da sede.
23/03/03 San Blas: Aparecem pintadas na fachada da sede, e rompem-se os cristais.
23/03/03 Alcalá de Henares: Aparecem pintadas na fachada da sede.
23/03/03 Alcobendas: Aparecem pintadas na fachada da sede.
25/03/03 Torrejón: Lançamento de ovos contra a fachada da sede


MURCIA

20/03/03 Lorca: Aparecem pintadas na fachada da sede.
20/03/03 Molina de Segura: Aparecem pintadas de "assassinos" na fachada da sede.
21/03/03 Murcia: Rotura de cristais e aparecem pintadas na fachada da sede.
22/03/03 Cieza: Lançamento de pedras e ovos com rotura de cristais.
22/03/03 Lorca: Sentada diante da sede. Aparecem pintadas.


EUSKAL HERRIA
22/03/03 Bilbo (no que eles denominam "Sede regional"): Penduram-se faixas frente à sede.


Também recolhe a informaçom que hoje deu a conhecer Javier Arenas, secretário geral do PP, várias dúzias boicotes e actos de protesto que se realizarom em actos institucionais e do seu partido, entre os quais (perto da meia dúzia) destacamos os seguintes:

11-03-03 A CORUNHA: "Insultos às autoridades" num acto na Delegaçom do Governo, com Elvira Rodríguez, Ministra de Meio Ambiente, que tem que sair pola porta de atrás no remate do acto.
14-03-03 FERROL: Acto no Casino com Manuel Fraga e Ana Pastor, Ministra de Sanidade, "insultos".
14-03-03 NOIA: Boicote do acto público que ia realizar o PP com Manuel Fraga. O PP recolhe que umha das consignas berradas era "Fraga morre já, estrea o panteom".
14-03-03 VILAGARCIA DE AROUSA: Berros e empurrons no acto de inaguraçom da sede e apresentaçom de candidatos, que contava com a presência de Mariano Rajoi, que tem que sair com custódia policial do local.
21-03-03 LUGO: Concentraçom de protesto durante a presentaçom do "PLAN GALICIA", com a presência de Javier Arenas e Manuel Fraga.
21-03-03 A CORUNHA: Concentraçom e acto de protesto, com faixas, num acto de Manuel Fraga na UNED.
22-03-03 OURENSE: Acto de protesto e tentativa de boicote durante a apresentaçom do "PLAN GALICIA", com a presença de Francisco Álvarez Cascos e Manuel Fraga.


Voltar à página principal