Espectacular ofensiva da resistência patriótica iraquiana

27 de Outubro de 2003

Mais de trinta vítimas mortais é o balanço provisório da ofensiva da resistência iraquiana contra as forças e interesses ocupantes, só nas últimas horas.

Ataques com foguetes katiuska contra o Palácio da Conferência, prédio oficial das forças imperialistas; ambuláncia armadilhada contra a sede da Cruz Vermelha na capital, com várias pessoas mortas e feridas; carros armadilhados contra duas esquadras policiais, também em Bagdad, com oito polícias iraquianos pró-ianques mortos e três soldados ocupantes gravemente feridos na primeira e um morto e vários feridos na segunda; outro ataque nas proximidades do Ministério do Petróleo, Indústria e Minaria; ataques com morteiros contra prisons, como a de Abu Gharib, em Bagdad, que causou a morte a um soldado ianque; diversos lançamentos de foguetes nesta mesma noite contra hotéis do centro da capital, onde se alojam forças ocupantes e o aparelho de propaganda jornalística ocidental...

Além da evidência do avanço na capacidade ofensiva da resistência, é cada vez mais visível a satisfaçom popular com essa circunstáncia, sendo habitual as massas saírem às ruas para celebrar cada acçom das forças combatentes contra o imperialismo.



Voltar à página principal