Aznar visita Bush para receber instruçons

Desouvindo o clamor popular contra a guerra, o presidente do governo espanhol José María Aznar passará a fim de semana com o presidente dos USA no seu rancho de Texas.
O que está considerado como umha das maiores mobilizaçons simultáneas dos povos, @s trabalhadoras/es e as mulheres do mundo na história da humanidade, -a realizada o passado sábado 15 de Fevereiro-, tem trastocado os planos do imperialismo no seu anunciado ataque contra o Iraque. A pressom popular e as contradiçons no bloco de estados imperialistas som as principais causas do atrasso na operaçom militar contra Bagdad. O isolamento da Casa Branca a nível internacional constrasta co entusiástico apoio do fascismo espanhol. Após o ridículo da ministra de Assuntos Exteriores Ana Palacio na reuniom do Conselho de Segurança da ONU ao superar ao próprio Colin Powell na justificaçom da guerra, é agora Aznar quem pretende competir com Blair na sua adesom incondicional com os ventos de guerra do complexo militar-industrial.
Cumpre manter e alargar a mobilizaçom social contra guerra imperialista para evitar o ataque contra o Iraque.
Para a guerra nom só é possível, é necessário para enfraquecer o imperialismo ianque e os seus aliados.




Voltar à página principal