USA: balas de borracha contra manifestantes antiguerra
8 de Abril de 2003

A polícia ianque disparou no dia 7 de abril balas de borracha para reprimir centenas de manifestantes antiguerra que bloqueavam umha estrada perto do porto de Oakland, na Califórnia.

Várias pessoas ficárom feridas no que pode ser o primeiro uso policial de balas de borracha contra manifestantes desde que o presidente George W. Bush lançou a guerra para derrubar o presidente iraquiano, Saddam Hussein.

Os manifestantes tentavam bloquear o acesso à American President Lines, umha companhia de navegaçom que se está lucrando da guerra no Iraque. A polícia reconheceu ter usado dous tipos de balas de borracha para dispersar cerca de 750 manifestantes e ter realizado algumhas detençons.

A porta-voz da polícia de Oakland Danielle Ashford dixo que a polícia usou balas de borracha para dispersar a multidom. "Nós demos a nossa ordem de dispersom, demos-lhes umha ordem, e demos-lhes um tempo mais do que suficiente para se dispersarem."

Activistas antiguerra na área de Sam Francisco dixérom que estavam retomando umha série de acçons de protesto nesta segunda-feira, depois de um período de relativa calma numha cidade famosa pola sua história de dissidência. A polícia prendeu mais de 2.000 pessoas em Sam Francisco só nos primeiros dous dias da guerra.

Em Nova Iorque, várias dezenas de pessoas que se manfestavam fôrom presas num protesto contra a guerra que bloqueou a entrada do prédio do Carlyle Group, em Manhattan. A empresa tem interesses na indústria da defesa.


Voltar à página principal