Cimeira da morte nos Açores

A base ianque de Lajes, situada na Ilha Terceira do arquipélago português dos Açores, a metade do caminho entre América e Europa, foi o local escolhido por Bush para reunir ao seus principais lacaios, Blair e Aznar, com Durao Barraso como "anfitriom", para dar as últimas instruçons e os últimos detalhes da iminente operaçom militar contra o Iraque.
Na tarde de hoje, domingo 16 de Março de 2003, tem lugar a cimeira a "três ou quatro bandas" nas que o presidente dos USA junto com os máximos dirigentes de Grande Bretanha, Espanha e Portugal, -após o fracasso por articular no Conselho de Segurança da ONU umha maioria favorável a intervençom militar contra Bagdad-, tenhem previsto unificar critérios e a táctica a seguir nos vindouros dias na participaçom numha guerra contrária à opiniom da imensa maioria dos povos do mundo.

Segundo fontes da Casa Branca o presidente norteamericano vai solicitar aos seus "aliados" que desestimem a ONU e retirem os projectos de resoluçom em curso pois é necessário atacar o antes possível para fazer-se co controlo absoluto do segundo país produtor de petróleo. Na sexta-feira a asessora de "segurança nacional" Condoleezza Rice anunciara que a ocupaçom do país estaria em maus de generais ianques e que tanto o exército, como a polícia, a economia e os campos de crude ficariam exclusivamente sob o controlo dos norteamericanos. Entre o pacote de medidas imediatas da nova administraçom colonial imposta polos USA co apoio de Grande Bretanha e Espanha está prevista a substituiçom do dinar iraquaino polo dólar.

A pressom mundial contra a guerra está provocando um desgaste político de Blair e Aznar que poderá ter um alto preço eleitoral, polo que ambos mandatários, ao igual que Bush, estám interessados em acelerar a intervençom militar e evitar assim umha crise política nos seus respectivos governos ante a paulatina perda de apoio social.



Voltar à página principal