O POVO DO VIETNÁM RENDE HOMENAGEM AO "SENHOR CONSELHEIRO

O povo vietnamita rendeu ontem a sua última homenagem ao mais célebre agente dos serviços de inteligência do país, Vu Ngoc Nha, conhecido como "o Senhor Conselheiro", falecido na véspera, aos 75 anos. Ngoc Nha, um incrível agente do Exército Popular do Vietnám, passou 21 anos infiltrado nas fileiras inimigas, entre 1954 (logo após o país se libertar do domínio colonial francês) e 1975 (ano da vitória final sobre os ocupantes norte-americanos).

Todos os jornais do país dedicárom amplas resenhas à via do "Senhor Conselheiro", que ganhou a patente de general depois da vitória sobre a guerra de agressom dos EUA e a reunificaçom definitiva do país - antes separado pelo paralelo 17 em Vietnám do Norte, socialista, e Vietnám do Sul, sob ocupaçom militar dos EUA.

Nos seus 21 anos de agente infiltrado, "o senhor conselheiro" foi o homem de confiança do presidente do governo pró-EUA, Ngo Dinh Diem, até que este foi morto, em 1963, num golpe de Estado também pró-norte-americano. Depois, assessorou também os presidentes Nguyen Van Thieu e Duong Van Minh.

Nessa condiçom, Ngoc Nha tinha acesso às mais sigilosas informaçons do Palácio de Governo de Saigon, a capital do Sul. Freqüentou inclusive o secretíssimo "Salom dos Mapas", Quartel Geral da guerra antiguerrilha. Nunca foi descoberto.

"O senhor conselheiro" nasceu na província de Thai Binh, no Norte do país e infiltrou-se no governo inimigo aos 29 anos de idade. Após cumprir sua fantástica e longa missom, inspirou um romance do escritor Huu Mai, que tomou como título o seu sugestivo apelido.

Voltar à página principal