Camponeses curdos atacam com pedras e paus militares ianques
30 de Março de 2003

Nom todos os curdos concordam com a guerra nem menos colaboram com os invasores, ao contrário do que nos dim os meios de comunicaçom. No territorio administrado pola Turquia, as massas curdas encuadradas no Partido dos Trabalhadores do Curdistám manifestam-se abertamente contra a guerra imperialista, apesar da repressom turca. As cámaras dérom fé deste facto neste fim de semana, quando mais de cem camponeses atacárom os vehículos de técnicos militares estado-unidenses que atravessavam os seus campos, pouco depois de que mísseis ianques atingissem o seu território.

Pedras, paus e outros objectos contundentes rompêrom os vidros dos quatro veículos todo-o-terreno e obrigárom os ianques a abandonar o local no meio dos berros contra a guerra imperialista. Ficou em evidência o crescente rechaço à presença das forças ocupantes na regiom.

Também a Turquia está a aproveitar a guerra para enviar mais e mais forças armadas para o Curdistám. No meio da confusom, a repressom sobre os curdos administrados pola genocida Turquia pode aumentar, daí que estes rejeitem a suposta "libertaçom" anunciada por ianques e ingleses.




Voltar à página principal