EUA tortura e maltrata milhares de pres@s iraquian@s, muitos deles civis
27 de Maio de 2003

As forças armadas ianques, ocupantes do Iraque, mantenhem no aeroporto da capital milhares de prisioneir@s iraquian@s num campo de concentraçom. Meios de comunicaçom ocidentais como The Observer informárom dos maus tratos que estám a receber as pessoas detidas, encapuzadas e amarradas permanentemente e vítimas de amordaçamentos e pancadas.

Som quase 3.000 @s iraquian@s detidos nesse campo sem nem sequer um julgamento que, de qualquer maneira, seria ilegal ao estarem seqüestrados por forças ocupantes estrangeiras que imponhem umha ditadura militar no Iraque.

Polos vistos, já tem havido revoltase motins em protesto polas condiçons vexatórias e desumanas que padecem @s prisioneir@s, que nem podem ser visitad@s pola Cruz Vermelha pola proibiçom imposta polo ianques.

Centenas de famílias iraquianas procuram sem êxito membros desparecidos e que poderiam estar entre @s seqüestrados no aeroporto, sendo muit@s deles civis.

Deste jeito, as condiçons impostas no campo de concentraçom de Guantánamo (Cuba) a prisioneiros afegaos repete-se desta vez no próprio país ocupado, o Iraque. Os EUA incumprem de novo a legislaçom internacional relativa ao trato que deve dispensar-se aos prisioneiros e prisioneiras de guerra, começando pola própria Convençom de Genebra.




Voltar à página principal