O BNG APOIOU QUE ESPANHA RECUPERASSE A ILHA AFRICANA

17 de Julho de 2002

No transcurso do chamado polos espanhóis "Estado de la nación", e depois de um discurso em que o deputado Francisco Rodríguez criticou o "antinacionalismo" do Governo espanhol, o BNG votou a favor dumha resoluçom, de claro conteúdo nacionalista espanhol e portanto expansionista, que instava ao Governo do PP para que "restaure o statu quo anterior aos factos", em alusom à ocupaçom da ilha africana de Leila polo Governo marroquino.

Eis o texto literal (em espanhol) da resoluçom apoiada polo BNG:

"Rechazo a la política de hechos consumados de Marruecos en isla Perejil y apoyo al Gobierno para restaurar la legalidad internacional y el 'statu quo' anterior a los hechos".

A numantina defesa de um desabitado penasco marroquino tem mobilizado grande quantidade de dotaçons bélicas por parte do Estado espanhol, além da unanimidade das forças constitucionalistas hispanas, culminando com umha acçom militar que, posteriormente, foi criticada por partidos que tinham aprovado a dita resoluçom. Nom temos notícia de que durante os debates destes dias tenha sido apresentada no Congresso espanhol qualquer proposta em favor do reconhecimento dos direitos territoriais e colectivos do povo saaraui.

Comunicado de NÓS-UP ante a acçom imperalista espanhola

Voltar à página principal