DELEGAÇOM MAPUCHE ANTE A UNIOM EUROPEIA E AS NAÇONS UNIDAS

Umha delegaçom mapuche encabeçada por Nicolasa Quintremán, encontra-se na Europa com umha série de reunions entre os dias 5 e 20 de Julho, para denunciar os impactos de empresas transnacionais em territórios mapuches, tais como a Barragem Ralko, Empresas Florestais, ou Redes Viais.

No dia 10 de Julho, a delegaçom reuniu-se com o Parlamento em Bruxelas e no 19 ou 22 a reuniom será com o relator das Naçons Unidas em Genebra. Nestas instáncias, formularám-se, entre outros aspectos: "A paralisaçom da construçom da barragem Ralko no Alto Bio Bio; a constituiçom de umha Comissçom a nível do Parlamento europeu, que garanta os direitos mapuche-pewenche; o condicionamento da hipotética incorporaçom do Chile à Uniom Europeia, para que dentro das cláusulas que deva cumprir como país membro esteja o reconhecimento e respeito aos direots colectivos que como Povo Mapuche o assistem.

A delegaçom é composta por 3 mulheres dirigentes pewenche: Nicolasa Quintreman Calpan; Rosario Henteao Beroiza, e Hilda Riquelme Henteao, quem juntamente com o advogado Roberto Celedón e Francisco Caquilpan Lincuante, da corporaçom Xeg Xeg, intervirám nestes organismos internacionais.

Voltar à página principal