Luitadoras galegas, protagonistas da Galiza Combatente '08

30 de Setembro de 2008

NÓS-Unidade Popular, que instaurou o Dia da Galiza Combatente como homenagem anual às luitas históricas do nosso povo, tem feito da luita feminista um dos sinais de identidade da corrente política que representa. Daí que a jornada do 11 de Outubro deste ano tenha como protagonistas as luitadoras galegas.

Como cada ano, NÓS-UP convoca umha concentraçom num lugar da Galiza significativo para o motivo central. Desta vez, o lugar escolhido som as arribas de Meirás, ao pé do farol ali erigido, paróquia do concelho de Valdovinho onde nasceu a guerrilheira Lola Castro. Se cada ano a Assembleia Comarcal de NÓS-Unidade Popular visita o cemitério da que fora militante do EGPGC coincidindo com a data do seu falecimento, nesta ocasiom haverá um acto nacional dedicado a todas as mulheres galegas que "ao longo da história, participárom nos mais diversos episódios de rebeldia contra a dominaçom e as injustiças que padecemos como povo, classe e género, nas luitas pola liberdade da Galiza e a superaçom da exploraçom do capitalismo."

O acto central será no dia 11 de Outubro às 13 horas, e nele tomarám a palavra Zéltia Fernandes, da Mesa Nacional de BRIGA, e Gema Branco, da Direcçom Nacional de NÓS-Unidade Popular. A seguir, haverá um jantar de confraternizaçom num restaurante próximo.

NÓS-Unidade Popular anuncia no seu site que vai disponibilizar autocarros para se deslocar a Trasancos a partir de Ponte Areias, Vigo, Ponte Vedra e Compostela.

 

Voltar à página principal