NÓS-Unidade Popular voltou a levar solidariedade republicana galega a Madrid

Imagem da concentraçom de hoje

4 de Fevereiro de 2009

Um ano depois da primeira viagem solidária à Audiência Nacional em apoio aos independentistas acusados da queima de umha figura em madeira do rei espanhol, NÓS-Unidade Popular voltou a deslocar um autocarro à capital espanhola para assistir ao julgamento de Santi e Alex.

Dúzias de militantes e simpatizantes independentistas concentrárom-se nas redondezas do Tribunal espanhol especialmente dedicado a casos de natureza política. Foi na manhá de hoje, depois de toda umha noite de estrada no autocarro disponibilizado pola formaçom independentista e de socialista.

A grande faixa despregada em frente da Audiência Nacional tinha escrita umha frase tam simples como eloqüente: "Galiza nom tem rei", junto à bandeira da nossa pátria. Outras muitas bandeiras galegas ondeárom nas ruas próximas do Tribunal, junto às castelhanas de companheiros e companheiras da esquerda madrilena, que apoiárom a iniciativa da esquerda independentista galega.

Desenvolvimento do julgamento

Integrantes do público galego assistente ao julgamento informárom este portal sobre as modificaçons acontecidas em relaçom ao estado do processo antes da chamada 'vista oral'. Assim, depois de o Alex admitir a sua participaçom na queima do boneco e confirmar que o Santi nom tinha qualquer responsabilidade nos factos, o fiscal nom só mantivo a acusaçom contra ambos, como requalificou em termos de "co-autoria" a alegada participaçom do Santi.

No entanto, o pedido de importantes multas contra ambos, apesar de ser mantido, fica reduzido a metade nos dous casos. Assim, no caso do Alex passa de 5.400 para 2.700 euros, enquanto no caso do Santi passa de 3.600 para 1.800 euros.

À espera da sentença que poderá ser feita pública durante as duas próximas semanas, NÓS-Unidade Popular emitiu um comunicado em que critica a reiterada vulneraçom do direito de livre expressom por parte do Estado espanhol, sendo o actual processo mais um exemplo, para além de qual venha a ser o resultado final do mesmo.

Além de NÓS-Unidade Popular, outros colectivos como Causa Galiza ou Ceivar emitírom nos últimos dias comunicados em solidariedade com os compatriotas represalidados.

 

Voltar à página principal