Reeditada obra cimeira de Francisco Martins Rodrigues

16 de Novembro de 2008

Com participaçom da chancela ligada ao nosso partido, Abrente Editora, e por iniciativa dos e das camaradas portuguesas das Edições Dinossauro, acabou de ser publicada a segunda ediçom da considerada mais importante obra teórica do marxista português Francisco Martins Rodrigues: Anti-Dimitrov. 1935-1985 - meio século de derrotas da revolução. O novo volume, além de reproduzir o texto original publicado em 1985, acrescenta as 'Notas sobre Staline', que reflectem a evoluçom do autor posteriormente a esse ano, umha vez que o próprio Anti-Dimitrov foi concebido como um ponto de partida para a regeneraçom do comunismo.

A obra, reconhecida como umha das mais importante teorizaçons sobre a história do marxismo ao longo do século XX, parte da análise do que implicou, no quadro do VII Congresso da Internacional Comunista, a proposta do dirigente búlgaro Georgi Dimitrov, secretário-geral do referido organismo internacional entre 1934 e 1943, para a unidade de interesses de todo o povo na luita contra o imperialismo, o fascismo e a guerra.

O abandono de um caminho próprio e independente por parte do proletariado, encetado nesse momento, marcará a evoluçom dos partidos comunistas e dos movimentos revolucionários, rompendo com os princípios marxistas e leninistas relativos à independência de classe, o que para Francisco Martins determinou a degeneraçom do movimento comunista até o enfraquecimento actual. A conclusom da obra do camarada Francisco Martins é clara: se a classe operária nom puder contar consigo própria, nom poderá contar com mais ninguém.

Esta segunda ediçom do Anti-Dimitrov tem 325 páginas e vende-se, na Galiza, por um preço de 20 euros. Além da compra em livrarias, as encomendas podem ser feitas também via Internet através do blogue da Abrente Editora.

 

Voltar à página principal