Brutal carga policial espanhola contra manifestaçom pró-selecçons nacionais galegas: três manifestantes no hospital

27 de Dezembro de 2008

Fontes directas de pessoas participantes na manifestaçom polo direito da Galiza a contar com selecçons desportivas próprias informam-nos da violenta carga policial, há poucos minutos, protagonizada por fardados da Polícia espanhola na praça de Portugal da Corunha, onde concluia a manifestaçom convocada por Siareir@s Galeg@s. Confirma-se a entrada no hospital de três manifestante, dous rapazes e umha rapariga, agredid@s por elementos da força de choque policial.

Por volta das 1.500 pessoas participárom na já tradicional manifestaçom prévia ao jogo de futebol de cada Dezembro, neste caso entre a Galiza e o Irám. A manifestaçom partiu da praça corunhesa da Lenha, deparando logo com as provocaçons de umha numerosa dotaçom de carrinhas cheias de polícias de choque armados com escudos, cacetes e materiais antidistúrbios.

A manifestaçom conseguiu avançar polas ruas do centro, incluído o lugar da costa onde o actual governo municipal, formado polo PSOE e o BNG, mantém a bandeira gigante da Espanha monárquica, protegida por numerosos elementos policiais.

As pessoas participantes na mobilizaçom coreárom palavras de ordem em favor dos direitos nacionais da Galiza e do direito a contar com selecçons nacionais próprias, enquanto a polícia mantinha umha atitude agressiva que culminou nas redondezas de Riazor com umha carga brutal com bolas de borracha e pancadas de cacete, ficando várias pessoas contusionadas e umha pessoa no hospital.

Quanto à identidade dos feridos e a ferida, só podemos confirmar por fontes da própria manifestaçom que um deles é militante de AGIR, entidade estudantil que apoiava os actos de Siareir@s Galeg@s na jornada de hoje.

 

Voltar à página principal