Reincidentes: El Correo Gallego volta atacar o estudantado independentista

24 de Agosto de 2008

Passou já meio ano desde o episódio de violência protagonizado por guarda-costas e polícias espanhóis contra estudantes que se manifestavam contra a presença, em plena pré-campanha eleitoral, da dirigente fascista Maria San Gil, num acto propagandístico do Partido Popular na Faculdade de Económicas.

Agora, o diário da extrema-direita compostelana, El Correo Gallego, aproveita estes dias de Agosto para ressuscitar a polémica reclamando repressom contra os militantes de AGIR acusados por esse e outros meios de 'agressom, injúrias e atentado'.

A Ruth Lodeiro, suposta redactora da 'notícia', tarda-lhe ver condenados os estudantes que defendêrom o espaço universitário da invasom eleitoreira auspiciada pola decana, a pepeira Teresa Cancelo, que na altura tentou, sem êxito, expulsar da Universidade, directa e arbitrariamente, os militantes de AGIR.

Daí que a tal Lodeiro dê por feita umha inexistente "tentativa de agressom" e mesmo interprete o sentir da instituiçom universitária no seu conjunto, ao afirmar que "a Universidade espera a resoluçom judicial para estudar as possíveis sançons".

O panfleto da reacçom compostelana dirige os seus ataques especialmente contra um militante da entidade estudantil independentista, ainda reconhecendo que fôrom sete as pessoas identificadas e quatro as detidas em dias sucessivos. Na verdade, na concentraçom participárom dezenas de estudantes e nom só de AGIR, mas de diferentes sectores da esquerda e do soberanismo com presença na Universidade de Compostela.

Mais 'acusaçons' e resposta de AGIR

Completando as delirantes 'acusaçons' do franquista El Correo Gallego, Ruth Lodeiro pom umha nova 'evidência' sobre a mesa: "AGIR sempre mostrou a sua solidariedade com toda quanta causa radical existe. Também se manifestárom contrários à construçom da Cidade da Cultura" (sic).

A entidade estudantil independentista AGIR, já respondeu às provocaçons de El Correo Gallego, qualificando de "ridículo jornalístico" a desinformaçom publicada no passado dia 19. Também pede à base social independentista manter-se a par "das iniciativas espanholistas em contra do independentismo galego", acrescentando que, "Como vemos, a Reitoria vai ter na propaganda fascista umha pressom incondicional para favorecer quaisquer medidas punitivas contra o estudantado da USC que nom se resigna a que a sua Universidade torne umha feira de negócios."

 

:: Mais informaçons sobre o mesmo tema

[Vídeo] AGIR apresenta vídeo com as agressons de guarda-costas de San Gil a estudantes (+...)

Quarto estudante detido por exercer liberdade de expressom. (+...)

Livres com cargos os dous estudantes arbitrariamente detidos ontem em Compostela e denúncia contra os guarda-costas de San Gil. (+...)

180 pessoas manifestárom-se em Compostela contra as detençons de estudantes. (+...)

Contra a caça às bruxas em Compostela. (+...)

Polícia espanhola continua à caça: segundo militante de AGIR detido. (+...)

Estado sem direito: ameaçam com "dissolver" AGIR. (+...)

Começou a caça às bruxas: detido um estudante, militante de AGIR, em Compostela. (+...)

“Quem som, quantos som e com quem se relacionam”. (+...)

Coro reaccionário reclama represálias contra o estudantado que se manifestou contra San Gil. (+...)

Estudantes manifestam-se contra a presença de San Gil na Universidade de Compostela. (+...)

 

Voltar à página principal