Memória histórica da Pátria Galega antifascista: Benigno Andrade, o Foucelhas

22 de Outubro de 2008

Em 1908 nascia nas Foucelhas (freguesia de Cabrui, concelho de Mesia, comarca de Ordes) umha figura chave da história da resistência popular galega contra o fascismo: Benigno Andrade Garcia, o Foucelhas, um dos mais nomeados guerrilheiros antifranquistas da Galiza.

Militante anarquista na CNT, aderiu à guerrilha logo que comprovou que os golpistas tomavam o poder na prática totalidade da Galiza, devido à falta de decisom das autoridades republicanas no nosso país quando mais necessário era armar a classe trabalhadora.

Dirigente carismático do Exército Guerrilheiro da Galiza, combateu durante anos contra a Guarda Civil e o poder fascista, até ser capturado, ferido numha perna, em 1952 no concelho de Cúrtis. Foi executado, como tantos opositores e opositoras, por garrote vil na Corunha, mas o seu nome ficou gravado na história da Galiza como sinónimo de coragem, dignidade e luita antifascista.

A nossa lembrança e a nossa homenagem é hoje, no centenário do seu nascimento, para o grande guerrilheiro e compatriota, Benigno Andrade Garcia, semente de umha Galiza livre.

A biografia do Foucelhas pode, desde hoje mesmo, ser consultada na wikipédia lusófona. Também há umha reportagem de interesse no portal Vieiros.

 

Voltar à página principal