Greve da limpeza no sul da Galiza combate o patronato e a manipulaçom informativa

27 de Novembro de 2008

Os trabalhadores e as trabalhadoras das limpezas mantenhem no sul da Galiza, no ámbito da 'província de Ponte Vedra', umha greve exemplar desde o passado dia 17 de Novembro, para exigir umhas condiçons laborais dignas num convénio que o patronato se recusa a ratificar, após ter assinado um pré-acordo com as delegaçons obreiras.

A prolongaçom do conflito responde à intransigência dos patrons, que nom querem renunciar nem a umha parte dos lucros que lhes proporciona a extorsom de um sector especialmente precarizado.

Piquetes, ocupaçom de sedes oficiais e manifestaçons sucedem-se sobretodo em Vigo, sem que a Administraçom autonómica tenha assumido por enquanto o compromisso que permita romper a intransigência patronal.

Os efeitos da luita som visíveis em instalaçons como o aeroporto, a Universidade e diferentes áreas comerciais. Na Universidade já provocou a manipulaçom de alguns sectores estudantis polos meios de comunicaçom, enquanto os sectores do estudantado mais activos já manifestárom o seu apoio aos trabalhadores e trabalhadoras. É o caso de AGIR, que no seu site expom a posiçom do estudantado independentista em relaçom a este conflito.

De maneira inequívoca, AGIR confirma que "como anticapitalistas, como socialistas conseqüentes que somos, nom temos complexos em afirmar que a luita das trabalhadoras da limpeza é a nossa luita. AGIR nom vai caír em discursos oportunistas como os doutras associaçons estudantis domesticadas: as aulas devem parar em solidariedade com a luita das trabalhadoras por um trabalho digno na nossa terra. O seu objectivo é o nosso na luita diária desde as aulas."

É, sem dúvida, fundamental combater o discurso reaccionário que se repete em cada greve operária por parte dos altifalantes do sistema. É imprescindível estender e que funcione o apoio mútuo e a solidariedade de classe frente ao inimigo comum: o patronato e os seus servis meios de comunicaçom.

 

Voltar à página principal