Mais dous detidos em Compostela (vam 10)

8 de Fevereiro de 2009

Abraám Alonso e Xane Rios fôrom detidos há poucos minutos nas ruas de Compostela por elementos policiais, dando continuidade à jornada repressiva iniciada na manhá de hoje. Os dous companheiros terám sido conduzidos aos calabouços da polícia espanhola na capital da Galiza, junto às polo menos 8 pessoas que já foram detidas de manhá.

Chegam-nos notícias igualmente da hospitalizaçom do primeiro dos detidos, Carlos Morais (secretário-geral do nosso partido), que foi duramente espancado por polícias espanhóis. Desconhecemos os resultados das provas médicas a que tivo que ser submetido no hospital de Compostela, bem como as condiçons em que se encontram os outros 9 detidos e detidas.

Entretanto, umha manifestaçom dirigiu-se às 17h30 à esquadra policial de Compostela, que se encontrava protegida por umha numerosa dotaçom policial. As manifestantes e os manifestantes coreárom palavras de ordem contra a repressom e exigírom a imediata liberdade dos e das detidas.

NÓS-Unidade Popular informa no seu site sobre a evoluçom da actuaçom repressiva e das respostas antirrepressivas, confirmando que vários detidos som dirigentes ou militantes da organizaçom.

 

Voltar à página principal