[TV] Controlo informativo nos EUA: cortam entrevista com duas civis ossétias

18 de Agosto de 2008

No vídeo seguinte, comprovamos os limites da alegada 'liberdade de informaçom' existente nos estados ocidentais, neste caso nos Estados Unidos. O entrevistador de um programa 'informativo' do canal da extrema-direita Fox News interrompe duas mulheres, tia e sobrinha, que relatam a sua experiência sob o fogo georgiano, e as cententas de vítimas civis provocadas polo regime de Mikheil Saakashvili, fiel servidor dos interesses ianques na regiom caucásica.

A clareza das palavras das duas mulheres, nomeadamente a tia, apontando para o governo georgiano como iniciador do conflito e genocida do povo ossétio, nom é tolerada polos responsáveis do programa, que interrompem a entrevista com a escusa da publicidade, o que é denunciado ao vivo pola mulher interrompida: "Pois, pois, eu sei que vocês nom querem ouvir isto". Impossível informar contra os interesses da classe dominante ianque.

3'47 minutos, falado em inglês

Voltar à página principal