Conde Roa, líder do PP em Compostela, quere umha caça às bruxas: reclama a clausura de dous centros sociais, de umha sala de espectáculos e de umha associaçom vicinal

10 de Fevereiro de 2009

Em declaraçons à emissora Onda Cero, o porta-voz do Partido Popular em Compostela e candidato municipal nas últimas eleiçons municipais, Gerardo Conde Roa, reclamou ao governo local e à polícia umha actuaçom repressiva contra os centros sociais O Pichel e Henriqueta Outeiro, contra a sala de espectáculos NASA e contra a associaçom vicinal As Marias.

As palavras do dirigente do PP na capital da Galiza respondem ao que considerou falta de firmeza do presidente da Cámara polo PSOE, Sanches Bugalho, depois da jornada de defesa da língua provocada pola manifestaçom de sectores galegófobos no passado domingo.

Lembremos que o PP engrossou, junto a Falange, à UPyD e a outros sectores da extrema-direita espanhola, a manifestaçom de 3.000 pessoas que marchou protegida pola polícia espanhola por umhas poucas ruas de Compostela, em meio do rejeitamento generalizado de centenas de pessoas.

A jornada, que concluiu com 10 pessoas detidas e várias contusionadas pola acçom da polícia espanhola, marcou um antes e um depois na luita em defesa do idioma frente ao espanholismo mais intransigente, que pola primeira vez se manifestou nas ruas de Compostela com dúzias de autocarros chegados da capital de Espanha.

Em plena ressaca da digna resposta popular às provocaçons do PP e da extrema-direita, Conde Roa reclama actuaçons repressivas contra sectores significados polas actividades socioculturais em defesa da nossa língua e cultura nacional na capital galega.

No caso do Pichel, trata-se de um centro social que organiza todo o tipo de actividades em defesa do idioma e da cultura galega, cedendo as suas instalaçons a qualquer iniciativa popular galega.

O Centro Social Henriqueta Outeiro está ligado à esquerda independentista em Compostela, partilhando instalaçons com a sede nacional de NÓS-Unidade Popular.

A Sala Nasa é bem conhecida em Compostela e na Galiza toda pola sua intensa programaçom cultural ao longo do ano, dinamizando especialmente actividades musicais e culturais desenvolvidas em galego.

A Associaçom Vicinal As Marias fai actividades para o bairro compostelano de Santa Clara, incluída umha festa popular de periodicidade anual com o galego com o língua veicular.

 

Voltar à página principal