Cinco soldados ianques e sete iraquianos, mortos em acçons armadas da resistência

25 de Janeiro de 2004

Continuam as acçons de castigo da guerrilha iraquiana contra as tropas que ocupam o país. Três ataques à bomba noutras tantas cidades iraquianas figérom doze mortes, entre elas cinco soldados estado-unidenses.

Coincidindo com a chegada de umha missom da ONU ao Iraque para estudar a realizaçom de eleiçons em Junho, dous soldados norte-americanos fôrom mortos ao atingi-los um engenho explosivo à passagem de umha fila de veículos, em Fallujah.

Pouco depois, em Samarra, um carro armadilhado explodia em frente ao tribunal de Justiça da cidade, morrendo quatro iraquianos e ficando feridos mais 38. Ja de tarde, três militares ianques morrêrom e outros seis fôrom feridos ao rebentar um novo carro armadilhado em Khaldiya, 95 quilómetros a Oeste de Bagdad.

Estas mortes elevam para 239 o número de soldados americanos mortos em combate no Iraque, desde 1 de Maio de 2003.


Voltar à página principal