Três em cada quatro centros de ensino secundário galegos incumprem a legislaçom para favorecer a espanholizaçom

18 de Dezembro de 2003

A Mesa pola Normalización Lingüística fijo pública a sua intençom de denunciar vinte inspectores da Conselharia de Educaçom ante a evidência de três em cada quatro centros de ensino na Galiza estarem a incumprir a Lei de Normalizaçom no referente ao ensino nom universitário. Em concreto, as áreas e matérias mínimas a serem impartidas em galego segundo a lei estám a ser generalizadamente ministradas em espanhol.

O incumprimento atinge a livros de texto, sendo marcados manuais em espanhol quando corresponderia serem utilizados ediçons em galego, e também à língua utilizada polo professorado nessas matérias. Ante esta gritante realidade, os inspectores e inspectoras da Junta evitam tomar qualquer medida rumada a garantir o cumprimento da lei que aprovou a própria Administraçom autonómica há já duas décadas.

A Mesa anunciou a apresentaçom de denúncias contra ao menos 20 inspectores e inspectoras, que poderám ser mais se se comprovar que a situaçom se repete noutros centros nos próximos meses. Umha correcta iniciativa que entra em contradiçom com a posiçom entreguista do seu referente político, o BNG, que mostrou a sua disposiçom a promover umha reforma da Lei de Normalizaçom Lingüística consensuada com PP e PSOE.

Voltar à página principal