Importante mobilizaçom de mulheres em Compostela contra a violência machista

16 de Fevereiro de 2004

A Marcha Mundial das Mulheres mobilizou cerca de 2000 mulheres na capital da Galiza na manhá deste domingo, para alçar a voz contra a violência machista e os seus cúmplices. A manifestaçom coincide com um contexto de agressons continuadas protagonizadas por homens em diversos pontos da Galiza, incluindo abusos sexuais a menores e trabalhadoras por parte de dirigentes políticos e institucionais ligados ao Partido Popular.

A mobilizaçom respostou com firmeza essas agressons e também a cobertura ideológica fornecida polo presidente da Junta da Galiza e o seu partido, o PP, além de pola Conferência Episcopal católica espanhola.

Na faixa de cabeça podia-se ler «a violência de género também tem cúmplices». Diversas entidades feministas galegas aderírom à convocatória da Marcha Mundial das Mulheres na Galiza, que exigiu umha nova lei integral para combater a violência machista.

Diversas entidades do MLNG participárom na manifestaçom com faixas próprias, entre elas NÓS-Unidade Popular, AGIR e AMI.

 

Voltar à página principal