Milhares de pessoas em solidariedade com os três sindicalistas de Lugo

1 de Março de 2004

O frio e ameaças de nevada nom evitárom que vários milhares de pessoas participassem na manifestaçom nacional que na manhá do domingo 29 de Fevereiro ocupou as principais artérias de Lugo para mostrar a solidariedade com os três sindicalistas da CIG condenados a prisom e a elevadas multas por participarem num piquete na greve geral de 20 de Junho de 2002.


A "Plataforma em defesa da liberdade de Expressom", que aglutina diversas organizaçons políticas, sindicais e sociais, foi a entidade convocante. A mobilizaçom, que congregou mais de cinco mil trabalhadoras e trabalhadores, partiu pouco depois as 12 da manhá da Ronda da Muralha para finalizar diante dos Julgados de Lugo, onde a CIG tem instalada umha caravane em que até ontem, em quendas de quatro dias, diversos sindicalistas participárom numha greve de fame.

A esquerda independentista participou activamente na manifestaçom num amplo e numeroso cortejo com faixas das diversas entidades do MLNG encabeçadas por NÓS-UP.
Ao longo do percurso, as palavras de ordem mais utilizadas fôrom "Nom pode, ser operários na cadeia, fascistas no poder", "O código penal para a patronal", "O capitalismo é o terrorismo","Contra a repressom mobilizaçom social", "Assim, assim, esta batalha imo-la ganhar".

A intervençom de um dos três sindicalistas represaliados, de Xurxo Souto e a leitura do comunicado unitário encerrárom esta importante mobilizaçom de solidariedade operária.


Voltar à página principal