Agressom fascista contra o BNG em Vila Garcia
22 de Novembro de 2003

Um elemento fascista de Vila Garcia agrediu um militante do BNG quando este colava cartazes contra ENCE Celuloses. O agresssor é Ignacio Prego, conhecido sócio do elitista "Club de Mar y de Regatas" de Vila Garcia, vinculado a círculos militares e ao Partido Popular, e abertamente fascista.

O militante do BNG colava cartazes da convocatória de manifestaçom contra a presença de ENCE em Ponte Vedra, prevista para o próximo sábado nessa cidade, quando foi atacado por José Ignacio Prego, ao grito de "comunista" e rojo de mierda". Como resultado da agressom, José Leirós, ex-responsável comarcal do Bloque, sofreu a fractura do braço esquerdo.

O elemento fascista, progatonista deste tipo de agressons contra militantes de esquerda na comarca em ocasions anteriores, ameaçou as pessoas que observavam a cena, que o retivérom provocando a sua detençom por parte da Polícia espanhola.

Nom é a primeira vez que elementos da extrema direita espanhola atacam militantes independentistas e nacionalistas galegos, bem como activistas culturais ou de qualquer sector relacionado com a Galiza como naçom diferenciada. Nos últimos meses, tenhem-se vivido episódios de violência fascista em Oleiros contra um militante de NÓS-UP e em Ferrol contra activistas culturais e independentistas.

No que di respeito à esquerda independentista, sempre combateu o fascismo explícito de "incontrolados" e o mais ou menos disfarçado do PP, apoiando qualquer sector agredido como agora é o BNG, por cima das profundas diferenças que separam os nossos projectos políticos. Seria importante para a luita antifascista que esta atitude fosse recíproca por parte do próprio nacionalismo autonomista, o que até esta altura nom tem acontecido.


Voltar à página principal