No dia 16 de Maio, às 12h na Alameda de Compostela
AGORA É REINTEGRACIONISMO

10 de Maio de 2004

Reproduzimos o abaixo assinado feito público por oito entidades culturais e de defesa da língua, à qual aderiu a publicaçom Novas da Galiza para convocar umha manifestaçom unitária do conjunto do movimento normalizador reintegracionista para este 16 de Maio, véspera do nosso Dia das Letras. Aproveitamos para fazer um chamado à implicaçom numha luita tam necessária como urgente:

No dia 16 de Maio, às 12h na Alameda de Compostela
AGORA É REINTEGRACIONISMO

Muito se tem falado e teorizado neste último ano sobre o momento histórico que o reintegracionismo está a viver. A aprovaçom da nova normativa do galego pola RAG, a sua assunçom por parte dos organismos até esse momento utentes dos chamados mínimos, a abertura de locais sociais e o nascimento de associaçons culturais de prática reintegracionista em diferentes pontos do País som alguns dos acontecimentos que contribuírom para a criaçom de um novo contexto, de um novo enquadramento para o reintegracionismo que tem sido analisado, opinado e debatido individual e colectivamente durante os últimos meses. A necessidade de diálogo e de coordenaçom entre as diferentes entidades reintegracionistas é umha evidência que tem sido constatada por todos e todas nós há já algum tempo, mas que nem sempre tem conseguido traduzir-se em gestos e projectos concretos que facilitassem o avanço real das nossas posiçons. Algumhas iniciativas levadas a cabo recentemente tenhem constituído, sem dúvida, importantes passos na construçom de um futuro que tem que ser nosso. O nosso movimento está hoje mais forte, mais unido e mais seguro de ter começado a caminhar na direcçom certa. Na direcçom da unidade de todos os colectivos que acreditamos no reintegracionismo lingüístico e no monolingüísmo social.

Analisamos o presente como o nosso momento. Como o momento oportuno para assumirmos colectivamente, num gesto de responsabilidade, a celebraçom do Dia das Letras Galegas com a convocatória de umha grande manifestaçom unitária do reintegracionismo. AGORA É REINTEGRACIONISMO será o lema que nos una.

Convocam: AGAL (Associaçom Galega da Língua), Alto Minho (Lugo), Fundaçom Artábria (Ferrol), Associaçom Cultural Galeguiza (Condado), A Gentalha do Pichel (Compostela), MDL (Movimento em Defesa da Língua), A Reviravolta (Ponte Vedra), A Revolta (Vigo) e Novas da Galiza.

 

Voltar à página principal

 

 

Para além da manifestaçom unitária, a associaçom compostelana A Gentalha do Pichel organiza a "Festa do Dezassete" na mesma tarde do dia 16 de Maio, na praça de Maçarelos da capital galega, com actuaçons musicais e diversas actividades lúdicas. A seguir da manifestaçom, às 14 horas, haverá um jantar popular. Dous conta-contos a partir das 16 horas, foliada tradicional polas 17 horas com cinco grupos e um Concerto pola Língua com mais três grupos a partir das 21 horas completam umha proposta lúdica e reivindicativa a nom perder.