Activa participaçom de AGIR na jornada de luita em defesa dos direitos lingüísticos no ensino

28 de Abril de 2004

Reproduzimos a seguir a avaliaçom feita pola organizaçom estudantil independentista, AGIR, da sua participaçom nos paros e mobilizaçons em defesa dos direitos lingüísticos do estudantado de ensino médio na Galiza:

ACTIVA PARTICIPAÇOM DE AGIR NO 28-A

AGIR, organizaçom estudantil da esquerda independentista, congratula-se do êxito da greve geral de 28 de Abril para reclamar o cumprimento do Decreto 247/1995, em que se estabelecem os conteúdos mínimos que devem ser impartidos em galego nos centros de ensino nom universitários. Com um seguimento do paro superior a 80% nos centros do ESO, de Bacharelato e Ciclos Formativos, ficou clara a posiçom do estudantado galego, que nom está disposto a renunciar aos seus direitos.

AGIR participou activamente na jornada de mobilizaçom pola galeguizaçom do ensino e, tal como anunciou no comunicado de adesom à greve geral, centrou importantes esforços organizativos em procurar o sucesso dos paros e as mobilizaçons. Ao todo, fôrom treze as vilas e cidades em que desenvolvemos a nossa própria campanha nos dias prévios ao 28 de Abril (Ponte Areas, Ponte Vedra, Salvaterra, Ogrobe, Vigo, Boiro, Vila Garcia, Compostela, Corunha, Ferrol, Ortigueira, Burela e Viveiro) participando depois activamente com faixas próprias nas mobilizaçons convocadas ou participando em solitário nos centros onde o resto das organizaçons nom contam com presença.

De AGIR felicitamos o estudantado galego que participou massivamente nas mobilizaçons do 28-A, convertendo esta data num referente na luita por um ensino na nossa língua.

Nas próximas horas achegaremos umha crónica mais detalhada da nossa participaçom nas mobilizaçons em que participamos ou convocamos em solitário.

ADIANTE A LUITA ESTUDANTIL
DEFENDAMOS OS NOSSOS DIREITOS
ENSINO EM GALEGO

 

 

Voltar à página principal

 

 

Compostela
Compostela
Compostela
Corunha
Ogrobe
Ogrobe
Ogrobe