Nova convocatória da Assembleia de Estudantes de Compostela para denunciar a situaçom financeira da USC

28 de Abril de 2004

A chamada Assembleia Geral de Estudantes de Compostela, em que AGIR participa activamente, vem de convocar um novo acto para denunciar a precária situaçom financeira por que atravessa a USC.

O acto consistirá numha concentraçom na quinta-feira 29 de Abril diante do edifício da Vice-reitoria de estudantes, sito na Rua das Casas Reais de Compostela.

Este acto vem somar-se a intensa campanha de informaçom que está a levar a cabo a Assembleia Geral de Estudantes de Compostela.

A seguir reproduzimos o comunicado feito público pola Assembleia:

Ante a situaçom de crise financeira da USC e ante a ineptitude e hipocrisia das equipas de governo da instituiçom, a Assembleia Geral de Estudantes quer manifestar que:

1. O seu objectivo fundamental é a defesa dumha USC galega e pública, querendo expressar o mais profundo rechaço à privatizaçom do ensino universitário.

2. O estudantado inserido na assembleia assinala como culpados pola crise da USC a equipa reitoral e o próprio reitor Seném Barro, pola sua má gestom e polas suas tentativas de ocultar a crise e congraçar-se com o Governo do PP, da Junta e do Estado espanhol. Por todo isso, exigimos a demissom imediata da equipa reitoral.

3. Rejeitamos a instauraçom do Plano de Equilíbrio, por ser umha tentativa antidemocrática e privatizadora de parchear a grave situaçom da universidade e de que @s causantes da crise eludam a sua responsabilidade.

4. Consideramos também culpada a política educativa espanhola, que condena o sistema universitário galego a ser um dos pior financiados de todo o Estado e da Uniom Europeia.

5. A Assembleia Geral de Estudantes de Compostela solidariza-se com quaisquer luitas estudantis que tenham por objectivo a defesa da universidade galega pública.


Voltar à página principal