Inscrita a candidatura de NÓS-Unidade Popular, formada integramente por trabalhadores, trabalhadoras e estudantes

8 de Maio de 2004

Reproduzimos a informaçom tirada do web de NÓS-Unidade Popular, em que se dá conta da inscriçom da candidatura da esquerda independentista perante a Junta Eleitoral Central, em Madrid. A organizaçom unitária independentista fijo pública também a lista de candidatos e candidatas da que será única candidatura 100% galega nas próximas Eleiçons ao Parlamento europeu:

Inscrita a candidatura de NÓS-Unidade Popular, formada integramente por trabalhadores, trabalhadoras e estudantes

Às 10 horas e 9 minutos de hoje, sábado 8 de Maio, ficou inscrita no registo da Junta Eleitoral Central espanhola, em Madrid, a candidatura independentista de NÓS-Unidade Popular, com o número de entrada 022345. Trata-se da undécima lista inscrita e a primeira que se apresenta mediante o procedimento do aval popular de 15.000 assinaturas. Na verdade, NÓS-UP apresentou finalmente 19.638 assinaturas em 2.182 folhas, ultrapassando em 4.638 o número exigido pola legislaçom espanhola. Nengumha das outras dez listas no Estado espanhol recorreu ao aval das assinaturas para participar nas Eleiçons de Junho.

Cumpre também destacar que, previamente à contagem final, fôrom descartadas várias centenas de assinaturas por terem algum erro de forma, e que mais de 200 fôrom recebidas por carta de jeito espontáneo a partir da promoçom feita na Internet. Outras muitas nom pudérom ser recolhidas em diversos locais ao longo do País, ou chegárom quando a delegaçom já partira em direcçom a Madrid para inscrever a lista, ficando fora também da contagem final.

Para além do agradecimento a toda a militáncia e simpatizantes que participárom na campanha, de NÓS-Unidade Popular queremos também mostrar um especial reconhecimento à organizaçom estudantil independentista AGIR, pola sua importante implicaçom solidária, contribuindo de jeito decisivo para a consecuçom do objectivo. Também merece destaque a colaboraçom, assinando em favor da pluralidade e a democracia, de numerosos simpatizantes e alguns militantes e dirigentes de outras organizaçons nacionalistas e independentistas do nosso País. Enviamos umha calorosa e agradecida saudaçom a todas elas e a todos eles.

Quanto à candidatura apresentada, podemos já apresentar os nomes e apelidos d@s 54 independentistas que conformam a lista de NÓS-Unidade Popular, todos eles e elas filiados da nossa organizaçom. Ei-la:

Candidatura de NÓS-UP às Eleiçons ao Parlamento Europeu

1- Maurício Castro Lopes
2- Marinha Vasques Agra
3- Miguel Ángelo Gonçalves Garcia
4- Íria Medranho Gonçalves
5- Igor Lugris Álvares
6- Maria Helena Talho Arribas
7- Ernesto Lopes Dias
8- Rebeca Oliveira Vilela
9- Manuel Jesus Outeiro Rodrigues
10- Eva Rei Outeiro
11- Henrique do Bosque Zapata
12- Berta Lôpez Permui
13- Paulo Rico Painceiras
14- Beatriz Peres Bieites
15- Manuel Caamanho Anhom
16- Noélia Fernandes Marquês
17- Breixo Formoso Lopes
18- Patrícia Soares Saians
19- Eduardo Jesus Sanches Maragoto
20- Sálvia Lois Lugilde
21- Afonso Mendes Souto
22- Sheila Fernández Miguez
23- Alberte Valinho Martins
24- Íria Maria Leis Figueroa
25- Inhigo Ansotegui Soares
26- Maria Sanches Garcia
27- Ángelo Rodrigues Meraio
28- Pilar Veiga Rodrigues
29- Rodolfo Fernandes Vasques
30- Gemma Maria Branco Martins
31- Ramiro Vidal Alvarinho
32- Carme Campo Martins
33- Abraám Alonso Pinheiro
34- Fiodora Lopes Patinho
35- Pedro Vila Táboas
36- Marta Carrilho Gregório
37- Joám Francisco Paz Lôpez
38- Maria Álvares Rei
39- Eduardo Vigo Domingues
40- Rebeca Bravo Domingo
41- Joám Carlos Rei Pinheiro
42- Sarai Fernandes Marquês
43- Manuel Ponce Rodrigues
44- Antia Marinho Ribadulha
45- Diego Bernal Rico
46- Minerva Oliveira Vilela
47- Joám Carlos Lopes Dias
48- Margarida Blasco Fernandes
49- Jesus Garcia Fernandes
50- Henar Cavero Alonso
51- António Pino Rocha
52- Maria Silva Barcala
53- José Luís Barreira Rodrigues
54- Bruno Lopes Teixeiro

Trata-se de umha lista com um equilíbrio quase total entre homens e mulheres, formada integramente por trabalhadores, trabalhadoras e estudantes. Com efeito, mais de metade das pessoas que a formam som trabalhadoras e trabalhadores assalariados, sendo 9,2% funcionári@s e 3,7% trabalhadores e trabalhadoras autónomas, e por volta de 40% estudantes.

A candidatura de NÓS-Unidade Popular tem também um certo equilíbrio territorial, incluindo compatriotas da faixa Leste, administrativamente excluída da Comunidade Autónoma Galega, bem como galeg@s emigrad@s em diversos países como os Países Cataláns ou Espanha. A idade média da candidatura é de 28,2 anos, o que dá ideia da renovaçom que nos últimos anos está a produzir-se no panorama independentista galego, com a irrupçom de umha nova geraçom de militantes que, juntamente com outr@s provenientes de experiências e geraçons anteriores, conformam o novo Movimento de Libertaçom Nacional Galego.

Em próximos dias informaremos pormenorizadamente do perfil e conteúdos da campanha eleitoral de NÓS-Unidade Popular para as Eleiçons europeias de 13 de Junho. Para além da vitória que em si mesmo constitui termos conseguido ultrapassar o obstáculo legal colocado polo Estado espanhol, a apresentaçom de umha candidatura independentista e de esquerdas tem o valor de ir ser a única 100% galega que participará no processo eleitoral, reclamando a autodeterminaçom do nosso povo e umha Galiza livre na Europa.


Galiza, 8 de Maio de 2004

 

:: Mais informaçons sobre a campanha polas 15.000 assinaturas em apoio à candidatura independentista:

19.636 assinaturas: aval do povo galego à candidatura da esquerda independentista (+...)

NÓS-Unidade Popular superou as 15.000 assinaturas exigidas polo Estado espanhol (+...)

Campanha polas 15.000: Recolhidas em cinco dias mais de metade das assinaturas exigidas polo Estado espanhol (+...)

Bom ritmo na recolha de assinaturas em apoio à candidatura independentista para as Eleiçons europeias (+...)

NÓS-UP principia umha campanha para superar a barreira legal e poder apresentar candidatura às Eleiçons europeias (+...)

E no web de NÓS-Unidade Popular.


Voltar à página principal

 

 

Carlos Morais e Bruno Lopes Teixeiro, representantes de NÓS-Unidade Popular, instantes antes de tornar oficial a inscriçom perante a Junta Eleitoral Central espanhola, em Madrid