Guerrilha maoista paralisa o Nepal

7 de Abril de 2004

O Partido Comunista de Nepal (Maoista) e a Frente Única Popular mantém desde ontem paralisado o Nepal mediante umha greve geral de grande seguimento. A guerrilha, que controla já algumhas regions do país, enquadra estas jornadas de luitas de massas na sua guerra popular contra o regime monárquico e ditatorial. Está previsto que a greve se mantenha até amanhá, quinta-feira, com escolas, lojas e fábricas fechadas por completo e ante a impotência das forças repressivas governamentais por fazer frente à fortalecida resistência popular.

Por enquanto, o governo ditatorial nepalês, que mantém a grande maioria da populaçom na absoluta miséria e no analfabetismo, recusa-se a abolir o sistema monárquico e democratizar a participaçom do povo, exigências da guerrilha para poder iniciar umha nova fase na luita revolucionária polo poder popular. A aboliçom do trabalho infantil, o fim das torturas sistemáticas a prisioneiros políticos e a instauraçom de umha república som algumhas das elementares medidas exigidas pola guerrilha maoista na sua luita contra a ditadura monárquica nepalesa.

 

Voltar à página principal