Milhares de sunitas e xiitas marcham juntos sobre Falluja para romper o cerco imperialista

8 de Abril de 2004

Vários milhares de xiitas e de sunitas marcham desde a capital em direcçom a Falluja, 50 km a Oeste, com camions carregados com mantimentos e remédios para a populaçom cercada nessa cidade polas tropas norte-americanas.

A multitude avança com bandeiras iraquianas, como símbolo da unidade patriótica frente ao imperialismo: "somos irmaos e nom havemos de vender o nosso país", afirmam orgulhos@s. Trata-se de umha mostra de solidariedade com o povo de Falluja, sitiado polas forças ocupantes desde a segunda-feira e com 105 baixas mortais e mais 200 pessoas feridas por causa do selvagismo ocupante, que bombardeia mesquitas e dispara contra manifestantes.

Hoje mesmo, vários bairros de Falluja fôrom bombardeados por F-16 estado-unidenses, fazendo mais de 40 ferid@s. Semelhantes operaçom de castigos contra toda umha cidade estariam destinados, segundo o comando ianque, a capturar os responsáveis pola morte de quatro agentes norte-americanos na semana passada.

A solidariedade com o povo de Falluja manifesta-se por todo o país. Assim, em Mossul (a Norte do país) decorreu hoje mesmo umha manifestaçom de 3.000 pessoas (maioria sunita) apoiando a resistência do povo xiita no Sul. Os manifestantes gritavam que Falluja será a sepultura para Bush.

 

Voltar à página principal