A resistência liberta ao menos duas cidades a Sul do Iraque, arresta três japoneses e lança ultimato ao Governo japonês

9 de Abril de 2004

A heróica resistência patriótica do povo iraquiano conseguiu expulsar as tropas norte-americanas de duas importantes cidades do Sul do país, segundo reconheceu o comando invasor. Trata-se de Najaf e de Kut, onde milícias xiitas tomárom importantes prédios. Ao mesmo tempo, o ministro iraquiano do Interior, Nuri Badrane, anunciou nesta manhá a sua demissom, depois que o administrador norte-americano no Iraque, Paul Bremer, expressou a sua insatisfaçom com o trabalho do seu ministério.

O exército ianque nega-se a reconhecer a sua derrota face o corajoso povo iraquiano, e o general norte-americano Ricardo Sanchez já afirmou que recuperarám o poder na regiom "de qualquer maneira". De acordo com ele, entretanto, as tropas ainda estám nas suas bases na periferia.

Contam-se por milhares os civis armados que tentam desde o começo da semana assumir o controlo de várias localidades do Sul do Iraque, cenário de confrontos com tropas da coligaçom imperialista que deixárom centenas de mortos nos últimos dias.

A guerrilha arrestou também hoje três japoneses, lançando a seguir um ultimato ao Governo do Japom para que no prazo de três dias retire as suas tropas do país. O Governo nipom já anunciou que nom pensa atender as advertências da resistência iraquiana.


Voltar à página principal

 

 

Imagem dos três japoneses capturados pola resistência, oferecida polo canal televisivo Al Jazeera
Um guerrilheiro observa o veículo militar ianque incendiado após um ataque rebelde