Avigan: "os postos de trabalho na nossa terra"

21 de Setembro de 2004

@s operári@s de Avigan continuam com a sua luita. Hoje mesmo tivemos conhecimento de como dérom entrada no Concelho de Ponte Areas, via registo, a umha moçom na qual solicitam a elaboraçom de um plano de viabilidade para a empresa. Ao parecer, a Junta da Galiza estaria disposta a financiá-lo, mas segundo declaraçons de Salvador González Solla a membros do Comité de empresa, som @s própri@s trabalhadoras/es quem tenhem que procurar a empresa que faga o plano.

NÓS-Unidade Popular interpretou tais factos como umha nova prova de desprezo ao quadro de pessoal de Avigan e de como a Junta e o PP local estám dificultando e adiando continuamente a soluçom à situaçom das trabalhadoras/es desta empresa de Ponte Areas.

As trabalhadoras e trabalhadores de Avigan também levarom a cabo um outro corte de tránsito na estrada "N-120". O de hoje foi um corte muito mais eficaz e contundente que os anteriores. Um membro desta organizaçom foi agredido por um condutor que pretendeu passar, sem êxito, ameaçando com fazê-lo por cima das trabalhadoras que cortavam umha estrada secundária. Estas trabalhadoras e o companheiro da Unidade Popular denunciárom os factos nos Julgados da vila.

NÓS-Unidade Popular anunciou que continurá a apoiar as trabalhadora/es de Avigan nas suas justas demandas, e em cada umha das acçons que o quadro de pessoal decida levar a cabo.

 

Voltar à página principal