Significativa perda de participaçom na manifestaçom autonomista do Dia da Pátria

27 de Julho de 2004

A tradicional mobilizaçom anual promovida polo BNG sofreu neste ano umha importante queda na participaçom, que serviu para encenar numha data tam importante e simbólica como o nosso 25 de Julho o processo degenerativo do outrora viçoso movimento nacional-popular.

Se em anos anteriores a manifestaçom convocada polo BNG atingiu entre dez e doze mil pessoas, desta vez os cálculos mais optimistas nom permitem passar de sete mil, o que ficou sobretodo em evidência na praça da Quintá, com importantes parcelas do chao de pedra à vista e as escadas ao fundo ao léu por ausência de manifestantes. O chamado do grupo de pressom maioritário na frente autonomista (a UPG) para fechar fileiras em apoio ao liderato virtual do cinzento Anxo Quintana nom conseguiu desta vez ocultar as profundas divisons internas do BNG. Ficou também em evidência a carência de qualquer alternativa interna a umha linha política assumida polo conjunto da organizaçom frentista. Todas as facçons internas coincidem ao situar o horizonte estratégico do BNG na demanda de "mais autonomia", "um novo estatuto" e outras mornas reivindicaçons regionalistas do género. Cada vez mais alheio à autodeterminaçom e à esquerda conseqüente, a crise interna do BNG restringe-se às luitas polo reparto de parcelas de poder progressivamente mais escassas em funçom da acelerada e imparável perda de apoios eleitorais.

Estando já mais do que comprovado o processo de descomposiçom do Bloque nas diversas eleiçons, a mostra de fraqueza e divisom foi patente com o abandono de sectores importantes da base social nacionalista na data mais importante do calendário político de qualquer força nacionalista. Resta agora comprovar se os cada vez mais abrangentes movimentos à esquerda do BNG conseguem dar certo na articulaçom das forças rupturistas, soberanistas e socialistas, que resgatem do marasmo reformista o movimento popular galego. A manifestaçom autodeterminista promovida polas Bases Democráticas neste Dia da Pátria deve constituir um primeiro passo nessa direcçom.

 

Voltar à página principal

 

 

25 de Julho de 2004. Cargos municipais do BNG seguram a faixa que resume o horizonte estratégico dessa força política, e que pode definir-se com umha palavra: autonomismo