Desemprego juvenil aumentou no conjunto do Planeta, e representa já 47% do total

13 de Agosto de 2004

Dados da Organizaçom Internacional do Trabalho (OIT) reconhecem que o desemprego juvenil atingiu já os 88 milhons de jovens no mundo em 2003. O desemprego de jovens entre 15 e 24 anos tivo um forte aumento nos últimos dez anos e atingiu 88 milhons de pessoas. Do total de desempregados do mundo, @s jovens já som 47%, mesmo sendo apenas 25% da populaçom trabalhadora no mundo.

A situaçom é considerada pior nos países "em desenvolvimento", onde as possibilidades de um jovem ser desempregado som 3,8 vezes maiores do que a de um adulto a partir de 25 anos. Já nos países desenvolvidos, as possibilidades de que um jovem esteja desempregado som 2,3 vezes maior do que a de profissionais mais velhos.

De acordo com o relatório Tendências Globais de Emprego para a Juventude 2004, o crescimento da populaçom mundial entre @s jovens foi de 10,5% entre 1993 e 2003. Mas a oferta de empregos para essa faixa de trabalhadores cresceu apenas 0,2%. Para a OIT, o mundo "lucraria muito mais" se mais jovens estivessem no mercado de trabalho.

O estudo mostra que, se o número de jovens desempregad@s caísse pola metade (de 14,4% para 7,2%), a economia mundial poderia incorporar um valor extra de até 3,5 trilhons de dólares. Isso representa hoje 7% do total do PIB (Produto Interno Bruto) de todo o mundo. A regiom do mundo que seria mais beneficiada, segundo o relatório, seria a África Subsaariana, com um aumento do PIB entre 12 e 19%.

Voltar à página principal