AGIR adere à manifestaçom em defesa da construçom naval pública

25 de Setembro de 2004

A seguir reproduzimos o comunicado remetido pola organizaçom estudantil independentista, AGIR, ante a manifestaçom que amanhá percorrerá as ruas de Ferrol em defesa dos estaleiros galegos.

COMUNICADO DE AGIR ANTE O CONFLITO DE IZAR E A MANIFESTAÇOM POPULAR DO DIA 26 DE SETEMBRO

Ante a grave crise sócio-laboral que atravessa a comarca trasanquesa, o estudantado da esquerda independentista deseja manifestar a sua adesom à convocatória de manifestaçom que decorrerá o domingo dia 26 as ruas da cidade de Ferrol, em apoio à comunidade operária e respondendo, além do mais, ao chamado à mobilizaçom realizado pola esquerda independentista da mao do grupo político Nós-UP.

Em consequência à nossa responsabilidade como mocidade combativa direitamente afectada pola decadência da indústria de construçom naval, nom podemos eludir o sustento às diferentes manifestaçons de luita operária que por enquanto se têm desenvolvido em Fene e Ferrol. Reconhecemos na situaçom actual mais umha mostra da difícil realidade que o sistema nos tem preparado para o nosso futuro imediato. E acolhemos a resposta popular como umha ensinança prática dos métodos de resistência aos perniciosos interesses do capital.

Interesses, por certo, firmemente acolhidos por colectivos que, num acto da mais repugnante hipocrisia sob a que subsiste o teatro da política galega, comunicárom a sua participaçom, nom nos actos de valentia e combate que acontecem a diário em forma de barricadas e cortes de auto-estrada, por citar dous exemplos, mas nos actos multitudinários e midiáticos que se prevêem para o vindouro domingo. O populismo dos referidos colectivos, tais como PP, PSOE, IF ou UGT, nom devem ocultar aos nossos olhos a sua permanente atitude de indolência e negligência para com a classe trabalhadora deste pais.

Nom podemos obviar a gravidade e pateticismo de sair às ruas junto aos próprios verdugos, responsáveis políticos e sindicais dumha espiral sem saída à que se tem dirigido IZAR Fene e IZAR Ferrol. Resulta humilhante vermo-nos a todos no mesmo saco. De modo que nom queremos calar o nosso arrepio de nojo ante encenaçom dumha tragédia anunciada que, em forma de mobilizaçom popular, nasce eivada por mor da inecessária, eleitoralista e desvergonhada presença de quem nos têm condenado a este conflito. A claudicaçom e covardia do autonomismo e das centrais sindicais mais relevantes fica demonstrada desta volta.

Mais umha vez, vemo-nos nas ruas.

AVANTE A LUITA OPERÁRIA

AVANTE A LUITA DE IZAR

O ESTUDANTADO COM A CLASSE TRABALHADORA


Voltar à página principal