Batasuna, Endavant (OSAN) e NÓS-UP apresentam em Vilafranca del Penedès o manifesto "Pola independência dos Povos numha Europa dos Povos"

16 de Outubro de 2004

Batasuna, Endavant (OSAN) e NÓS-Unidade Popular, organizaçons independentistas de Euskal Herria, dos Países Cataláns e da Galiza, apresentam este sábado um documento tripartido coincidindo com a 3ª Festa per la Independência que Endavant (OSAN) organiza em Vilafranca del Penedés neste fim de semana.

Delegaçons de Batasuna (EH), Endavant (OSAN) (PPCC) e NÓS-Unidade Popular (GZ) apresentarám em conferência de imprensa, com versons em euskara, catalám e galego-português, um manifesto conjunto, intitulado "Pola independência dos povos numha Europa dos Povos", que entre outras cousas considera que "qualquer reforma do Estado espanhol que nom incluir o reconhecimento do direito de autodeterminaçom dos nossos povos por meio de consultas populares estará abocada ao mais rotundo fracasso".

A delegaçom galega é formada por dous membros da Direcçom Nacional de NÓS-UP: Bruno Lopes Teixeiro e Maurício Castro, que defenderám ante os meios a autodeterminaçom nacional da Galiza como única via para a democratizaçom efectiva do Estado espanhol, frente às raquíticas reformas estatutárias promovidas polas forças autonomistas com o aval do espanholismo.

A 3ª Festa per la Independència decorre na vila barcelonesa de Vilafranca del Penedés nos dias 15, 16 e 17 de Outubro, ao longo portanto deste fim de semana. Entre os numerosos e variados actos incluídos no programa, acha-se um debate intitulado "A crise do Estado e as alternativas da esquerda independentista", em que participarám representantes das três forças citadas. Em representaçom da Galiza falará o nosso compatriota e membro da Direcçom Nacional de NÓS-UP Maurício Castro. Por Batasuna intervirá Iñaki Gil de San Vicente, ficando por confirmar o nome d@ representante de Endavant (OSAN). O acto decorrerá na tarde do sábado polas 17'30 horas.

As três forças independentistas basca, catalá e galega procurarám novas adesons ao manifesto apresentado neste fim de semana nas respectivas naçons, com o intuito de difundir e fortalecer a alternativa soberanista e de esquerdas, ante as saídas em falso promovidas polas instituiçons e partidos do sistema mediante a reforma dos respectivos estatutos de autonomia.

Oferecemos a seguir o conteúdo íntegro do manifesto "Pola independência dos povos numha Europa dos Povos".

 

Voltar à página principal