NÓS-Unidade Popular mostra com factos a solidariedade galega com Euskal Herria

[Informaçom tirada do web eleitoral de NÓS-UP]

9 de Junho de 2004

NÓS-Unidade Popular possibilitará que a esquerda abertzale basca poda participar na contagem dos votos que receba no dia 13 a candidatura de HZ, anulada polo Estado espanhol. O responsável pola campanha de NÓS-UP, Carlos Morais, viajou ao País Basco para nomear 3.000 apoderad@s nas quatro capitais dos territórios bascos sob administraçom espanhola (a candidatura é legal nos territórios sob administraçom francesa).

Tal como afirmou o nosso companheiro ante numerosos meios de comunicaçom na cidade basca de Donósti, "o gesto da nossa organizaçom enquadra-se na mais elementar solidariedade internacionalista entre dous povos oprimidos polo mesmo Estado, em defesa do elementar direito de dezenas de milhares bascos e bascas a elegerem livremente as suas e os seus representantes no próximo dia 13 de Junho". Carlos Morais esclareceu que "NÓS-Unidade Popular, como força socialista, participa de umha tradiçom de mais de 150 anos de internacionalismo praticado polo movimento obreiro e popular em todo o mundo".

Frente a quem acusa de insolidários os movimentos que, como o nosso, luitam pola independência e a construçom nacional de umha naçom agredida e ameaçada de desapariçom polo imperialismo espanhol, a esquerda independentista galega mostra com factos a sua plena identificaçom com o internacionalismo mais sincero em apoio de um povo que partilha os mesmos anelos de independência nacional e socialismo numha sociedade livre da infámia patriarcal. A iniciativa de NÓS-Unidade Popular quer contribuir, segundo confirmou o nosso companheiro, "para evitar que o Estado espanhol continue con esta ofensiva fascista, evitando às organizaçons independentistas revolucionárias poderem agir com total e plena legalidade dentro do actual quadro jurídico-político".

Carlos Morais informou também sobre o curso da campanha da candidatura independentista galega, que hoje mesmo organizou um comício na cidade de Lugo e amanhá oferecerá mais um na cidade de Ferrol. Já de volta na Galiza para participar no acto da cidade das muralhas, o responsável da campanha de NÓS-UP situou o apoio solidário a HZ num elementar exercício democrático. Alertou também contra a possibilidade de que os meios de comunicaçom actuantes na Galiza podam tentar manipular a iniciativa de NÓS-UP, após semanas de um ocultamento sistemático da campanha eleitoral desenvolvida pola nossa organizaçom.

O nosso companheiro concluiu chamando aos sectores mais conscientes da sociedade galega a votarem em NÓS-Unidade Popular no próximo dia 13, "sem dúvida o voto que mais vai doer aos responsáveis pola grave situaçom social, económica e cultural do povo galego".

Representantes da candidatura basca agradecêrom publicamente o gesto de NÓS-UP, que evitará umha nova fraude na contagem de votos em Euskal Herria.

 

Voltar à página principal