Campanha contra a simbologia espanhola em Ortigueira

2 de Agosto de 2004

Coincidindo com o Dia da Pátria, um grupo de independentistas enchêrom os candieiros e as ruas de Ortigueira de autocolantes em que se podia ler "independência", "autodeterminaçom" e "umha naçom, umha selecçom".

Além disso, chegárom-nos informaçons da colagem de cartazes de AGIR, alusivos à luita contra a guerra e em defesa do estudantado galego. A organizaçom estudantil independentista mantém umha activa presença nesta vila costeira do Norte da Galiza.

Outro acto desenvolvido por estes independentistas foi cortar umha rua que leva ao quartel da Guarda civil com vedaçons que levavam atadas bandeiras de Espanha que a seguir fôrom queimadas.

Polos vistos, alguns sectores da vila estavam molestos com as acçons o Dia da Pátria e estám a provocar umha situaçom de crispaçom na vila, tendo sido penduradas várias bandeiras de Espanha (de até 12 metros cada) na ponte de FEVE.

Os acontecimentos dos últimos dias coincidem com a celebraçom das festas padroeiras, com varandas ocupadas pola bandeira de Espanha acompanhada da galega.

Segundo as informaçons recebidas, por volta das 30 pessoas participárom na acçom de eliminar bandeiras espanholas. @s independentistas confirmárom aos meios que continuarám a fazer frente à simbologia espanhola em pontos como o de informaçom turística, a sede da Cámara municipal ou a do Porto Desportivo, garantindo que será sabotada também qualquer simbologia franquista e espanholizadora que pretenda ser imposta em Ortigueira.

 

Voltar à página principal