Dez membros da PDRA serám julgados por defenderem a Ria de Arouça

25 de Setembro de 2004

A Associaçom em Defesa da Ria de Arouça apoiou publicamente @s 10 activistas desse colectivo ambientalista que irám a tribunal em Ponte Vedra no próximo dia 30 de Setembro, acusados de "resistência com agressons a agentes da polícia".

Enfrentam um pedido de 8 meses de prisom por terem ocupado a sede da Cámara municipal de Vila Garcia em Janeiro de 2000 durante umha concentraçom em que se exigia a retirada dos depósitos de hidrocarburos da Ria de Arouça. As pessoas que serám julgadas som acusadas de terem resistido ante a intervençom policial que rebentou a concentraçom na sede municipal. Algum dos membros da PDRA é acusado de responder a violência policial insultando ou dando cotoveladas aos polícias.

Estamos portanto ante um julgamento político que, como do costume, é dirigido contra aqueles sectores que dam um passo e se envolvem activamente na intervençom social em temas de tanta importáncia como agora é a defesa ambiental do País, e noutros casos os direitos da classe trabalhadora, nacionais ou de género.

 

Voltar à página principal