Prolonga-se o horário de votaçom na Venezuela ante os boicotes de membros de mesas adscritos à oposiçom contrarrevolucionária

15 de Agosto de 2004

O Conselho Nacional Eleitoral venezuelano fijo público o alargamento de horário de votaçom ante a existência de longas filas de pessoas que vem entorpecido o seu direito ao voto polos atrasos provocados por elementos contrarrevolucionários em bairros populares de maioria revolucionária.

Dados oficiais confirmam a assistência massiva do povo venezuelana aos centros de votaçom, num processo que é supervisado por numerosos observadores nacionais e internacionais. Lembremos que o referendo que hoje decorre na Venezuela, reclamado polas forças de oposiçom pró-ianques, foi possível graças à previsom da Constituiçom bolivariana, que inclui a hipótese de o governo ser revogado em referendo após a apresentaçom de um número de assinaturas e a vitória no processo por parte das forças opositoras.

No seu dia, a oposiçom burguesa rejeitou a inclusom dessa possibilidade no novo texto constitucional, tendo anunciado que, de chegar ao poder, retirará o referendo revogatório da Constituiçom. No entanto, com o apoio da Administraçom Bush, a oligarquia venezuelana nom duvidou em activar o processo revogatório que culmina com a jornada de votaçom de hoje.

De Primeira Linha em Rede informaremos dos resultados da jornada histórica venezuelana, confiando na derrota das forças que, com o apoio do imperialismo norte-americano, pretendem restaurar o poder político oligárquico na Venezuela.

Entretanto, recomendamos fazer acompanhamento ao vivo da jornada de referendo por via radiofónica no web da Rádio Nacional da Venezuela.

 

Voltar à página principal