Actos previstos com motivo do Dia contra a violência machista na Galiza

23 de Novembro de 2004

Actualizamos a seguir as informaçons sobre os distintos actos convocados pola Coordenadora Galega da Marcha Mundial das Mulheres com motivo da jornada de luita feminista de 25 de Novembro na Galiza. Aproveitamos para fazer um apelo à participaçom nas mobilizaçons feministas.

25 de Novembro. Actos locais

Vigo: concentraçom às 20:30hs diante do Marco com proxecçom num edificio dum audiovisual. Lectura do manifesto por parte de Rosa Fontaiña da Rede Vizinhal.

Ourense: concentraçom às 19:30hs e acto simbólico-reivindicativo na Praça do Ferro.Posteriormente no Museo Municipal, recital poético, música, image, cartazes internacionais e performans.

Ferrol: instalaçom desde as 10hs até as 22hs dumha carpa multiactiva na Praça de Armas, com exposiçons, audiovisuais... Elaboraçom colectiva dumha tea que recolha ideias, frases, sentimentos...das pessoas que vissitem a carpa. Às 20hs concentraçom na mesma praça, construcçom simbólica do muro do patriarcado.

Costa da Morte: Jornadas sobre violência de género na vila de Cee, os dias 23,24,25. Organizadas por Buserana.

Corunha: (dia 24)exposiçom fotográfica, audiovisuais e música no local da associaçom Alexandre Bóveda.(dia 25) concentraçom às 20hs no Obelisco. (dia 30)proxecçom do filme “Señorita desaparecida”, no local da associaçom Alexandre Bóveda.

Ponte Vedra: desde às 12hs na Praça 8 de Março, elaboraçom dum tendal reivindicativocom a colaboraçom de centros escolares.Concentraçom às 20hs na mesma praça.

Compostela: concentraçom na Praça do Toural.O dia 20 as Mulheres da Casa Encantada convocam um acto reivindicativo na mesma praça.

Morraço: Às 6 da tarde na Casa do Mar, charla sobre a violência de Género. Às 19hs concentraçom no passeio de Seara (junto à oliveira), organiza Associaçom de Mulheres de Moanha.

27 de Novembro. Acto nacional

Manifestaçom Nacional em Vigo, às 18h, na Praça de Portugal (inicio de Urzaiz). A manifestaçom concluirá na Praça de Compostela. As mulheres estám convocadas a assistirem vestidas de negro e vermelho. Acorda-se centrar todas as palavras de ordem no conflito da violência machista. Com cantigas e palavras de ordem claras e contundentes. Tentará-se levar o maior número de megafones das localidades e editar as palavras de ordem em formato pequeno.

Ao finalizar, projectará-se o audiovisual preparado por Vigo, tomarám a palavra as duas delegadas galegas no Ruanda para informar do V Encontro Internacional e das mobilizaçons de 2005, e realizarám a leitura do comunicado.

:: Mais informaçons sobre o mesmo tema

NÓS-UP chama a participar nos actos feministas do Dia contra a violência machista (+...)

 

Voltar à página principal