Operário da construçom morre no posto de trabalho no Berzo


28 de Fevereiro
de 2005

Um operário berziano de 36 anos morrreu em Ponferrada ao cair de um sétimo andar quando realizava o seu trabalho num prédio como obreiro da construçom. O operário, José M. Fernandes Blanco, era empregado da empresa Gekko, encarregada da pintagem e condicionamento da fachada interior do prédio, e estava a trabalhar pendurado de cordas, já que a citada empresa prescinde do sistema tradicional de andaimes.

A queda foi de uns 20 metros de altura, e os companheiros fôrom quem pedírom auxílio, sendo levado ainda com vida ao Hospital do Berzo. Mas os graves ferimentos impedírom que o trabalhador pudesse salvar a vida.

A falta de umha pesquisa a fundo do acontecido, que nom sabemos se chegará a ocorrer, estamos ante um novo acidente laboral que, provavelmente, fique mais umha vez reduzido a fria estatística sem que sejam tomadas as medidas necessárias para que o patronato garanta eficientemente a segurança dos trabalhadores e trabalhadoras.
 

Voltar à página principal