Dezenas de milhares de basc@s saem à rua em defesa da língua e os direitos civis


27 de Fevereiro
de 2005

Ontem foi umha jornada de mobilizaçons no País Basco. Apesar do silenciamento dos meios de comunicaçom do Estado espanhol e da cumplicidade das forças políticas do sistema, importantes sectores do povo basco continuam a mostrar um alto grau de compromisso em defesa dos direitos nacionais e sociais.

Em relaçom com o macrojulgamento que as instáncias judiciais e políticas espanholas dirigem contra grande número de jovens pola sua pertença à organizaçom juvenil independentista SEGI, 30.000 pessoas tomárom as ruas de Bilbo para reclamar o fim da repressom contra a juventude e defender os direitos civis do povo basco.

A manifestaçom foi convocada pola plataforma '18/98+' e o seu porta-voz Mariano Ferrer salientou a importante cobertura popular "à defesa dos direitos civis e políticos de todos", quando a Audiência Nacional espanhola, verdadeiro tribunal político, desenvolve numerosos macroprocessos contra meios de comunicaçom, organizaçons juvenis e outros organismos populares bascos.


Porém, a de Bilbo nom foi a única manifestaçom massiva de ontem em Euskal Herria. Na capital histórica do país, Irunha, por volta das 10.000 bascas e bascos reclamárom a oficialidade do euskara no conjunto do território navarro, frente às contínuas agressons e recortes aos direitos lingüísticos por parte do governo da direita espanhola governante. Convocou a marcha o colectivo Oinarriak, contando com o apoio de numerosos organismos populares, entre eles o sindicato abertzale LAB e o conjunto da esquerda independentista basca.

 

:: Mais informaçons sobre o mesmo tema

País Basco: sucessom de macroprocessos repressivos revela natureza antidemocrática do Estado espanhol (+...)

 

Voltar à página principal

 

 

Manifestaçom multitudinária ontem em Bilbo contra a repressom do Estado espanhol
Faixa de cabeça da manifestaçom em defesa da língua basca em Irunha